Quarta, 22 de agosto de 2018
63 98500 8112
Palmas

10/08/2018 às 20h30 - atualizada em 10/08/2018 às 20h35

1.533

Redacao

Palmas / TO

Defensoria Pública leva discussão sobre transfobia à reunião do Conselho Estadual de Saúde
A reunião foi realizada na sala de reuniões da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau), em Palmas, nesta quinta-feira, 9
Defensoria Pública leva discussão sobre transfobia à reunião do Conselho Estadual de Saúde
Foto: Reprodução Agência Tocantins

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), por meio do Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) Palmas, participou da 237ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Saúde, que incluiu na pauta oficial a discussão sobre a denúncia envolvendo um médico do Hospital Geral de Palmas (HGP) suspeito de praticar transfobia e assédio moral contra uma servidora pública transexual. Byanca Marchiori é instrumentadora cirúrgica e trabalha na unidade hospitalar (relembre a denúncia feita por Byanca clicando emhttp://www.defensoria.to.def.br/noticia/29054


A reunião foi realizada na sala de reuniões da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau), em Palmas, nesta quinta-feira, 9, e contou com a presença de Byanca, que explanou sobre a situação que viveu na última segunda, dia 6. A reunião aconteceu um dia após o Nuamac emitir ofício solicitando informações sobre o caso e providências ao HGP e à Sesau, solicitando, também, informações à 1ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas sobre a investigação, considerando que vítima registrou boletim de ocorrência. De acordo com a coordenadora do Nuamac em Palmas, Letícia Amorim, todas as providências necessárias estão sendo tomadas para que o caso não saia impune e não volte a ocorrer no ambiente do HGP. 


"Nós já enviamos ofícios requerendo a avaliação acerca da conduta deste profissional da saúde e vamos acionar o CRM [Conselho Regional de Medicina] também. Além disto, a Byanca fez a denúncia na Delegacia e, se o delegado entender a ocorrência de algum delito, enviará o caso para o Ministério Público. E depois deste espaço que conquistamos na reunião do Conselho Estadual de Saúde, esperamos que os conselheiros possam se posicionar, considerando todos os fatos que foram expostos pela própria Byanca, que deixou claro que esta não é a primeira vez que isto ocorre, havendo, inclusive, vários registros de outros casos de assédio por parte do mesmo médico. Então, mesmo que esta não seja a primeira denúncia contra este profissional, estamos atuando de forma para que esta seja a última e ele passe a respeitar, antes de tudo, a vida humana", enfatizou a Defensora Pública


Denúncia


Para Byanca, faltou ética ao médico que a agrediu verbalmente e esta perseguição poderia colocar pacientes em risco. "Foi uma agressão; eu estou muito sentida pela conduta dele, porque é uma questão de respeito ao outro. Ele não teve ética profissional, principalmente porque em um serviço público, como o SUS [Sistema Único de Saúde], a gente atua em escala e ele não pode escolher com quem vai atuar, até porque o paciente é sempre a prioridade e deve ser atendido o quanto antes, o que nem sempre acontecia, porque até suspender cirurgias ele já suspendeu quando estava insatisfeito com algo. Eu não vou baixar a minha cabeça para o que aconteceu comigo. Por isto, eu espero uma conduta do conselho e de todos os órgãos responsáveis. Se iniciei isto, eu vou até o fim. Eu represento muita gente e não posso me calar perante tudo isto", disse a servidora pública, que preside a Associação de Travestis e Transexuais do Estado do Tocantins (Atrato).


Apoio


Em manifestação de apoio ao caso, a inclusão do tema na pauta do Conselho Estadual de Saúde foi sugerida pelo conselheiro desta entidade e presidente do Movimento Estadual de Direitos Humanos do Tocantins (Medh), Ricardo Moura.


Participou desta reunião, também, a promotora de Justiça na área da saúde pública no Estado, Maria Roseli de Almeida Pery, que está acompanhando o desenrolar dos fatos.

FONTE: Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO)

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
RAPIDINHAS
Postada em 06/08/2018 ás 07h33

Tocantins estado para onde muitas pessoas vieram na década dos anos 90, atrás de conseguir realizar seus sonhos e conseguir a tão sonhada casa própria e mudar de vida, em meio a um cerrado ainda sendo desbravado por nortistas, sulistas, nordestinos, pessoas vindas de todas as regiões do país, para uma terra que antes era conhecida como o corredor da miséria, pelos então moradores da região sul do Estado de Goiás.[

Terra essa, que durante alguns anos fora comandada por verdadeiros coronéis, que interromperam as realizações dos sonhos de diversos pioneiros que aqui acreditaram, é nesse pleito querem retornar ao poder no intuito de alimentar as suas ganâncias e realizar seus desejos individuais, estarão indo às ruas, batendo de porta em porta, na televisão, nos rádios e nas redes sociais para mais uma vez enganarem os sofridos pioneiros que no passado acreditara em suas promessas, que até hoje nunca ser responsabilizaram em cumprir e realmente trabalhar em prol de todos.

Postada em 03/08/2018 ás 12h19

Tudo está muito louco. Pré candidato que lutava contra a "velha política" e xingava os políticos tradicionais uniu-se a eles em nome de um projeto de poder.  O que também e pré-candidato o Juiz que criou a lei da ficha limpa para barrar políticos envolvidos em corrupção de participar do processo eleitoral se alia a esses políticos que ele tentou barrar. Vai enternder 

Postada em 31/07/2018 ás 17h35

O Bico do Papagaio é uma região bonita e rica, porém, sem investimento por parte do poder público para explorar suas potencialidades. Até o presente momento nossa região foi tratada apenas como um garimpo de votos, onde se vem extrai os votos e depois é esquecida pelos próximos quatro anos.

Precisamos de um representante que não veja o Bico do Papagaio somente como um lugar para angariar votos, mas que esses votos conseguidos aqui se transformem em benefícios para a Região.

Postada em 31/07/2018 ás 03h38

Conforme o Delegado responsável pelo caso,  o indivíduo é suspeito de ter mantido relações sexuais com a menor, mediante violência imprópria, isto é, após ter embriagado agarota de apenas 12 anos de idade.

Postada em 29/07/2018 ás 21h13

Dois carros bateram de frente na avenida Teotônio Segurado na manhã deste domingo (29). O acidente aconteceu ao lado do estádio Nilton Santos, no trecho onde a avenida tem pista única, próximo à ponte que dá acesso à região sul da capital. Conforme os bombeiros, um homem teve ferimentos mais graves e foi levado para o Hospital Geral de Palmas.

Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados - Agência Tocantins - Contatos: (63) 98500-8112 – Email: [email protected]