Segunda, 19 de Outubro de 2020 23:36
63 98500-8112
Saúde DESLEALDADE

Países ricos já reservaram mais da metade da produção de vacina contra Covid-19

De acordo com a ONG, esses países representam 13% da população mundial, mas compraram suprimentos futuros de 51% das vacinas contra o coronavírus.

17/09/2020 13h42
367
Por: Alessandro Ferreira Fonte: Redação | Agência Tocantins
Vacina contra a Covid-19 é promessa das farmacêuticas - Foto: Reprodução/Agência Tocantins
Vacina contra a Covid-19 é promessa das farmacêuticas - Foto: Reprodução/Agência Tocantins

Os países mais ricos, incluindo Estados Unidos, Reino Unido e Japão, já compraram mais da metade do suprimento esperado de vacina contra o coronavírus, segundo um relatório da Oxfam, organização internacional sem fins lucrativos que luta contra a pobreza.

De acordo com a ONG, esses países representam 13% da população mundial, mas compraram suprimentos futuros de 51% das vacinas contra o coronavírus.

O grupo usou dados coletados pela empresa de dados analíticos Airfinity para analisar acordos publicados entre governos e fabricantes de vacinas. A Oxfam calculou que cinco organizações – as globais AstraZeneca, Moderna e Pfizer, a russa Gamaleya e a chinesa Sinovac – têm a capacidade de produção combinada para produzir 5,9 bilhões de doses. Isso é suficiente para cobrir quase 3 bilhões de pessoas, ou menos da metade da população mundial, se todos precisarem de duas doses, como parece provável.

A Oxfam disse em um comunicado que acordos de fornecimento já foram acertados para 5,3 bilhões de doses, das quais 2,7 bilhões (51%) foram compradas por países e territórios desenvolvidos, incluindo Reino Unido, EUA, Austrália, Hong Kong, Macau, Japão, Suíça e Israel, além de países da União Europeia. Os 2,6 bilhões de doses restantes foram comprados ou prometidos a países em desenvolvimento, incluindo Índia, Bangladesh, China, Brasil, Indonésia e México.

A Oxfam observou que a AstraZeneca prometeu dois terços das doses que produz aos países em desenvolvimento.

“O acesso a uma vacina que salva vidas não deve depender do lugar onde você mora ou de quanto dinheiro você tem”, disse Robert Silverman, da Oxfam. “O desenvolvimento e a aprovação de uma vacina segura e eficaz é crucial, mas igualmente importante é garantir que as vacinas estejam disponíveis e acessíveis a todos. Ter a Covid-19 em algum lugar é o mesmo que ter em todos lugares”.

Quando teremos vacinas suficientes? Na segunda-feira (14), Adar Poonawalla, presidente-executivo do Serum Institute of India (SII), previu que pode não haver vacina contra o coronavírus suficiente até 2024. “Vai levar de quatro a cinco anos até que todos recebam a vacina neste planeta”, afirmou Poonawalla ao jornal Financial Times.

Poonawalla estimou que se a vacina contra a Covid-19 for uma vacina de duas doses, o mundo precisaria de cerca de 15 bilhões de doses.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (20/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °