Quinta, 24 de janeiro de 2019
63 98500 8112
Polícia

02/11/2018 às 19h24 - atualizada em 04/11/2018 às 15h19

20.363

Alessandro Ferreira | Redação

PALMAS / TO

Polícia Civil fecha boca de fumo e prende dois traficantes no interior do Tocantins
Durante a ação policial, Victor foi localizado adentrando na residência de outros investigados por tráfico de drogas.
Polícia Civil fecha boca de fumo e prende dois traficantes no interior do Tocantins
Victor e Caio autuados por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo permanecerão à disposição da Justiça - Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma ação cojunta de combate à criminalidade, deflagrada por policiais civis das Delegacias de Conceição do Tocantins e Chapada da Natividade, sob a coordenação da delegada Melicia Resende Rocha Ganzaroli de Ávila, na última quinta-feira (1º), resultou no fechamento de uma boca de fumo, localizada em Conceição do Tocantins, e nas prisões em flagrante de Victor Emanuel Costa Alves, de 18 anos, e Caio Emanuel Tito dos Santos, de 20 anos de idade. 


De acordo com a delegada, que é titular da Delegacia de Natividade, Victor e Caio já vinham sendo investigados pela Polícia Civil, em virtude da prática do crime de tráfico de drogas, em Conceição. 


Durante a ação policial, Victor foi localizado adentrando na residência de outros investigados por tráfico de drogas.


Ao sair da casa, Victor estava na companhia de Maikon Alves Curcino, de 19 anos de idade, usuário de drogas bastante conhecido nesta cidade. Ambos foram abordados e, em poder de Victor, foi localizada uma porção média de maconha. Já com Maikon, os policiais civis localizaram uma pequena porção da mesma droga. 


Diante dos fatos, a delegada Melicia solicitou apoio a uma equipe de policiais civis da Delegacia de Paranã, que na ocasião se encontrava em Conceição, e foram até a residência que estava sendo utilizada como boca de fumo. No local, os policiais civis localizaram e detiveram Caio Emanuel. 


Após a realização de buscas no local, os agentes localizaram e apreenderam 76 porções de maconha, 69 porções de crack, uma porção de cocaína, bem como duas balanças de precisão, uma munição calibre 28, uma munição calibre 22, quatro aparelhos celulares de origem duvidosa, um botijão de gás, um caderno com anotações do tráfico, além de R$ 551 reais, em espécie. 


Diante dos fatos, foi lavrado termo circunstanciado de ocorrência (TCO) em desfavor de Maikon Alves Curcino, por posse de drogas para consumo pessoal. Já Victor e Caio, foram autuados pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, crimes tipificados nos Arts. 33 e 35, todos da Lei 11.343/06, (Lei de Drogas). 


Maikel da Silva Ribeiro e Mateus da Silva Borges, residentes no local usado como boca de fumo, encontram-se foragidos e responderão pela prática dos crimes de posse ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação para o tráfico, todos tipificados, respectivamente, pelos artigos 12 da Lei 10.826/03 e 33 e 35, todos da Lei 11.343/06 (Lei de Drogas). 


Após ser lavrado o TCO, Maikon foi liberado e responderá ao procedimento em liberdade, conforme determina a legislação vigente. Victor e Caio, por sua vez, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Dianópolis, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.


 


Veja mais notícias da região no Agência Tocantins

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
RAPIDINHAS
Postada em 17/01/2019 ás 15h53

A pergunta que se faz na capital é: quem é mesmo o governador do Tocantins?. Com o protagonismo exacerbado de Wanderlei Barbosa, Mauro Carlesse foi jogado ao ostracismo, lembrado apenas quando ocorre as  inúmeras trapalhadas do governo, onde o povo cai em cima dele com todo tipo de adjetivos, quando, na verdade, o governador de fato é Wanderlei Barbosa. Carlesse é o dono da caneta, mas só escreve o que é ditado por Wanderlei.

Keops Mota

Postada em 31/12/2018 ás 16h00

019 está chegando, e com ele vem também a incerteza de um governo que começou errado (pau que nasce torto nunca se endireita, já disse "cumpade" Washington) com tentativas de obstrução de justiça, aparelhamentos, escândalos e investigações, o que pode tirar do tocantinense a esperança de um ano feliz.

O cenário que se desenha com o governo carlesse é tenebroso, nada auspicioso. Podemos estar entrando (Deus permita que não) no pior momento de nossa história. O viés autoritário desse governo pode se elevar à níveis assustadores. Não tenha isso como um escrito de quem torce pelo pior, mas de um tocantinense preocupado com o futuro. Deus nos proteja.

Postada em 23/12/2018 ás 00h49

O Natal está chegando, e que com ele também venham a união, a paz, a alegria e o gozo de estarmos reunidos com nossa família comemorando o nascimento do maior homem da história: Cristo. Que cada pessoa  deixar brotar em seu coração a semente da paz, plantada pelo ilustre aniversariante. Boas festas. São os votos de: 

 

Keops Mota/Corespondente Agência Tocantins

Postada em 24/11/2018 ás 14h37

A coisa está ficando insustentável. Com o governo sofrendo investigações e seus aliados envolvidos em escândalos que vai de depósito ilegal de resíduos hospitalares à apologia à pedófilia, a única saída possível e honrosa diante de tanto descalabro, que só tende a aumentar, é a cassação.

Não podemos estar sob as ordens de um governo que está moralmente abaixo de nós. As denúncias de obstrução de Justiça, concessão de contrato sem licitação para uma empresa da família de um aliado que culminou em um crime ambiental e denúncia por supostos crimes eleitorais já são fatos suficientes para que não tenhamos esse governo como legítimo.

 

Keops Mota

Postada em 08/11/2018 ás 12h55

Carlesse mente

Mauro valesse queria apenas poder sobre os bois e idiotas do Tocantins.

Depois de eleito Mauro Carlesse se tornou soberbo e arrogante e recebe apenas pessoas ligadas ao agrobusiness.

Valesse não é aquele homem humilde e correto que imaginávamos,Ele é um lobo branco disfarçado de ovelha e ao que parece será bem pior que Marcelo Miranda e não vai se sustentar no poder.

Mauro Carlesse prometeu defender e respeitar os funcionários públicos perseguidos e humilhados por Marcelo Miranda,e quando chegou ao poder virou as costas para os humildes e dá ouvidos apenas a deputados que compraram votos por 500 mil.

Mauro Carlesse nada faz pela segurança falida do Tocantins e virou suas costas largas para a saúde ferida dos tocantinenses.

Mauro Carlesse ficou neutro surdo burro e mudo quanto a Bolsonaro,e agora quer ser beneficiado.Quem é Mauro Carlesse? AINDA SABEREMOS.

Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados - Agência Tocantins - Contatos: (63) 98500-8112 – Email: [email protected]