COMEMORAÇÃO

Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins

Excepcionalmente, no dia 19 de novembro o hasteamento ocorre em cerimônia especial às 12 horas, que inclusive contempla a incineração de bandeiras que estejam em más condições.

19/11/2018 20h48Atualizado há 6 meses
Por: Alessandro Ferreira | Redação
1.265

Nesta data, dia 19 de novembro, comemora-se o Dia da Bandeira, um elemento simbólico da identidade brasileira, também conhecida como Pavilhão Nacional. As unidades militares hasteiam e arriam a Bandeira Nacional normalmente às 08 e 18 horas.

Excepcionalmente, no dia 19 de novembro o hasteamento ocorre em cerimônia especial às 12 horas, que inclusive contempla a incineração de bandeiras que estejam em más condições. 

Para comemorar a data festiva, o 1º, 2º, 4º e 9º Batalhão da Polícia Militar (Palmas, Araguaína, Gurupi e Araguatins) e o Colégio da PM, Unidade II (Ensino Médio), localizado em Palmas, realizaram uma solenidade às 12 horas.  Na ocasião, os alunos do Colégio da PM em Araguatins participaram da solenidade que aconteceu na sede do 9º Batalhão. 

O Dia da Bandeira foi instituído em 1889, após a Proclamação da República que aclamou os símbolos nacionais: a Bandeira, o Hino Nacional, o Selo Nacional e as Armas Nacionais, que são objetos de estudo no ensino fundamental. Tais símbolos agregam o patriotismo e o sentimento de pertencimento à nação.

 

A maior Bandeira Nacional se encontra hasteada na Praça dos Três Poderes, no Distrito Federal, com 286 metros quadrados e peso de 90 quilos. 

1º BPM 

No quartel do 1º Batalhão em Palmas, o major Ivaneis, o oficial mais antigo e o subtenente Werlen, a praça mais antiga, hastearam o Pavilhão Nacional e a bandeira do Tocantins respectivamente.

 

Posteriormente o Capitão Jair conduziu à Pira, as bandeiras a serem incineradas no ato, as quais foram queimadas pelo subtenente Werlen. Durante a incineração, foi executado o Hino à Bandeira, letra de Olavo Bilac e música de Francisco Braga. 

Ao final da solenidade, o major Leandro Guimarães Nunes, Comandante do 1° BPM, fez uso da palavra e relembrou o potencial de crescimento do nosso país, bem como inspirou a tropa acerca da importância de lutar pela pátria. 

2º BPM 

Em Araguaína, a cerimônia aconteceu no pátio do quartel do 2º Batalhão de Polícia Militar, onde a Bandeira Nacional recebeu dos policiais militares o devido culto cívico. O tenente-coronel João Márcio Costa Miranda, comandante do 2º BPM foi a autoridade máxima que prestigiou a solenidade, coordenando pessoalmente todo o desenvolvimento das honras militares. 

Foi realizado o hasteamento do Pavilhão Nacional, a leitura de um histórico em homenagem a Bandeira Nacional e a incineração de um exemplar da bandeira já bastante gasto e danificado pelo uso. O subtenente Cláudio Barros de Brito, policial militar com maior tempo de serviço na Unidade Militar e no excepcional comportamento teve o privilégio de realizar a incineração. 

“Me senti imensamente honrado por ter recebido essa ilustre missão, tão nobre, que exalta o respeito, consideração e amor à Bandeira da nossa Nação”. Disse subtenente Cláudio, muito honrado por ter participado diretamente da homenagem à Bandeira Nacional. O tenente-coronel Miranda ressaltou a importância de se manter a devida reverência, respeito e carinho ao símbolo máximo da Nação. “Sempre manteremos acesa a chama de respeito e reverência cívica a nossa Bandeira”, concluiu o comandante. 

9º BPM 

Na cidade de Araguatins, o comandante do 9º Batalhão da PM, major Weslley Dias Costa, realizou a cerimônia de incineração da Bandeira. O evento foi no pátio do quartel. A solenidade contou com a presença do diretor do Colégio da Polícia Militar (CPM) Unidade VI, major Márcio Cardoso Almeida, acompanhado de alguns alunos. 

Na solenidade de incineração da Bandeira, os militares do Batalhão e os alunos do CPM tomaram posição de reverência e respeito. Foi realizado o hasteamento do Pavilhão Nacional e em seguida a cerimônia de incineração. A solenidade militar foi comandada pelo major Weslley Dias. 

Ao final da cerimônia, o Comandante do 9º BPM, major Weslley Dias, agradeceu a presença de todos e destacou a importância do evento para o militarismo, bem como, o motivo da incineração e as formalidades exigidas para o ato. Major Weslley finalizou destacando sobre questões relativas ao patriotismo e respeito aos símbolos nacionais. 

BPChoque 

No quartel do Batalhão de Polícia de Choque da PM, em Palmas, o comandante da unidade, major Adão Pereira e o subtenente Geraldo, o oficial e praça mais antigo da unidade, respectivamente, hastearam o Pavilhão Nacional e a bandeira do Tocantins ao meio dia. 

Posteriormente o Sargento Irisberto conduziu à Pira, as bandeiras a serem incineradas no ato, de acordo com a previsão legal para o Dia da bandeira. Após o momento solene, as bandeiras inservíveis foram queimadas pelo subtenente Graldo. Foi executado o Hino à Bandeira, durante a queima das bandeiras inservíveis. 

O Comandante da Unidade enalteceu os valores cívico-militares e destacou a importância de se preservarem as solenidades, como forma de perpetuar as tradições históricas e casernais. 

2ª CIPM 

Na cidade de Dianópolis, sede da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar, o major Cavalcante, o capitão Ielison e o tenente Aílton procederam o hasteamento do Pavilhão Nacional e demais bandeiras, sob o cântico do Hino Nacional Brasileiro. Em seguida, o tenente Abreu procedeu com uma mensagem sobre a data comemorativa, relembrando particularidades do maior Símbolo Nacional. 

O sargento Araújo, praça mais antiga da Unidade presente na solenidade procedeu a incineração das bandeiras na Pira. Durante a incineração, a tropa da 2ª CIPM entoou o cântico do Hino à Bandeira. 

Ao término da solenidade o major Denyure de Menezes Cavalcante, comandante da 2ª CIPM, fez uso da palavra e ressaltou a importância  do resgate ao culto das tradições e valores nacionais como pressuposto para consolidação da Nação. 

CPM 

O Colégio da Polícia Militar do Estado do Tocantins – Unidade II (ensino médio) em Palmas também realizou a Solenidade em homenagem ao Dia da Bandeira.O momento foi organizado e promovido pela Coordenação Disciplinar da Unidade Escolar e contou com a participação do subdiretor capitão Vitor Oliveira Santos Rocha Teles, da capitã Joseline Rios Ferreira, coordenadora pedagógica, da tenente Louise Martins Alcanfor, coordenadora disciplinar e do subtenente Denny Souto Ribeiro, chefe do corpo de alunos, além de professores, demais servidores do colégio e alunos.Após a apresentação do CPMTO-Unidade II feita pelo aluno CPM Fiscal William Lopes, turma 34.04 ao senhor subdiretor, coube ao subtenente Hilton José Ribeiro Coelho realizar a incineração da Bandeira Nacional inservível, em respeito ao Art. 32 da lei nº 5.700, de 1º de setembro de 1971.

O momento foi realizado sob os acordes da Banda de Música do CPMTO-Unidade II, regido pelo Maestro e Instrutor subtenente Nivacy Alves Marçal.

 

Veja mais notícias da região no Agência Tocantins

  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
  • Dia da Bandeira é comemorado por unidades militares no Tocantins
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
PalmasPalmas - TO Notícias de Palmas
Palmas - TO
Atualizado às 02h53
24°
Alguma nebulosidade Máxima: 34° - Mínima: 23°
24°

Sensação

7 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
Municípios
Últimas notícias
BANNER NOVO NÚMERO ZAP
Mais lidas