Sábado, 20 de outubro de 2018
63 98500 8112
Entretenimento

14/07/2018 às 12h25 - atualizada em 14/07/2018 às 19h13

1.274

Redacao

Palmas / TO

CHEGA A PALMAS, NOVA MONTAGEM DE 5 X COMÉDIA, COM BRUNO MAZZEO, DEBORA LAMM, LUCIO MAURO FILHO, LUIS MIRANDA E MARCELO MÉDICI
A nova montagem, dirigida por Monique Gardenberg e Hamilton Vaz Pereira, agora chega a Palmas, onde fica em cartaz no Teatro Fernanda Montenegro, nos dias 28 e 29 de julho
CHEGA A PALMAS, NOVA MONTAGEM DE 5 X COMÉDIA, COM BRUNO MAZZEO, DEBORA LAMM, LUCIO MAURO FILHO, LUIS MIRANDA E MARCELO MÉDICI
A Grande Família, Junto e Misturado, entre outros programas. Convidado para participar da novela Geração Brasil - Fotos - Factoria Comunicação

Após um hiato de quase 20 anos, o 5 X Comédia, uma das grandes sensações do teatro brasileiro da década de 90 – concebido por Sylvia Gardenberg, produzido pela Dueto e visto por mais de 450 mil espectadores –, voltou repaginado a partir de 2016 com temporadas de sucesso no Rio de Janeiro, Brasília, Belém, Curitiba, São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Salvador, Ribeirão Preto, Fortaleza, Campinas, Porto Alegre e Natal. A nova montagem, dirigida por Monique Gardenberg e Hamilton Vaz Pereira, agora chega a Palmas, onde fica em cartaz no Teatro Fernanda Montenegro, nos dias 28 e 29 de julho, com cinco esquetes escritos e interpretados por alguns dos mais incensados nomes do humor e da nova dramaturgia do país. Os ingressos estarão à venda no site www.5xcomedia.com.br e nos pontos de venda citados no serviço abaixo.


Nesta versão do século XXI, Bruno Mazzeo, Debora Lamm e Lucio Mauro Filho têm a incumbência de dar vida aos personagens criados, respectivamente, por Antonio Prata, Julia Spadaccini e Gregório Duvivier, enquanto Marcelo Médici e Luis Miranda encenam textos de autoria própria. O espetáculo tem cenário de Daniela Thomas e Camila Schmidt, iluminação de Maneco Quinderé e figurino de Cassio Brasil. A BB Seguros, empresa que concentra as operações de seguros, previdência privada, capitalização e planos odontológicos do Banco do Brasil, apresenta e patrocina o projeto.  A apresentação na Capital tem apoio cultural da Fundação Cultural de Palmas. Depois de Palmas, o espetáculo encerra a atual temporada em Goiânia.


MAIS UMA VEZ CINCO


Uma auxiliar de limpeza do teatro conta sua hilária história de vida enquanto varre o palco antes do início do espetáculo Percebendo-se ultrapassada pelas princesas contemporâneas, uma Branca de Neve à base de rivotril lê Simone de Beauvoir na tentativa de construir uma nova mulher. Vinda da França para uma palestra sobre sofisticação e elegância, uma impagável e afetada socialite dá dicas de lugares, moda, comidas e drinks para um grupo seleto de convidados. Um pai de primeira viagem recorre a medidas extremas após meses de privação de sono e precisa se explicar na delegacia. Flavio tenta estabelecer regras para uma suruba que começa a rolar durante uma festa no apartamento emprestado da mãe.


Marco do teatro carioca dos anos 1990, o espetáculo 5 X Comédia está de volta pelas mãos de Hamilton Vaz Pereira, diretor-geral das três versões anteriores, e Monique Gardenberg, produtora da montagem original. Dezoito anos depois da última encenação, uma nova geração entra em cena: Antonio Prata, Julia Spadaccini e Gregório Duvivier são os autores dos textos interpretados, respectivamente, por Bruno Mazzeo, Debora Lamm e Lucio Mauro Filho, enquanto Marcelo Médici e Luis Miranda apresentam monólogos escritos por eles mesmos. Desta vez, Hamilton e Monique dirigem juntos as cinco cenas.


Assistidas por mais de 450 mil pessoas em dezenas de cidades brasileiras, as versões de 1993, 1995 e 1999 celebrizaram-se por fichas técnicas cujas vidas se entrelaçavam desde a década de 1970, ora no grupo de teatro Asdrúbal Trouxe o Trombone – capitaneado, não por acaso, por Hamilton –, ora no programa “TV Pirata”, que foi ao ar na Rede Globo de 1988 a 1990 e voltou à grade em 1992. Os quadros e os atores foram se revezando nos palcos. Quinze quadros. Doze atores: Andréa Beltrão, Denise Fraga, Diogo Vilela, Pedro Cardoso, Luiz Fernando Guimarães, Débora Bloch, Fernanda Torres, Miguel Magno, Cláudia Raia, Patrycia Travassos, Evandro Mesquita, Totia Meireles.


Agora, sublinha Monique, não é muito diferente. "São atores-criadores que se uniram para a produção de um novo humor, como foi o caso da série 'Cilada', que ficou no ar durante seis temporadas, do filme 'Muita calma nessa hora', ou do programa 'Junto e Misturado'", ela situa. Hamilton classifica a nova montagem de "corajosa": "Quem viu lá atrás pode querer comparar, e isso é um perigo. Mas a nova versão não se amedronta, é o que se percebe nos textos que recebemos e na vitalidade que está sendo mostrada por cada intérprete”.


Retornar ao 5 X Comédia era um desejo antigo que só ganhou corpo quando Monique se aproximou de Bruno Mazzeo por intermédio de Augusto Casé, que produz os filmes de ambos. Se em 1993 a peça foi concebida por Sylvia Gardenberg, irmã de Monique, a partir de um encontro com Pedro Cardoso, Bruno foi o catalisador da nova montagem. “Vi nele, esse cara multitalentoso que eu admirava de longe, o parceiro que precisava para me ajudar a trazer a peça de volta, assim como o Pedro ajudou a Sylvinha a escalar autores, atores, diretores”, diz a diretora. “Isso aqui é, também, uma homenagem a ela”.


Bruno fala da alegria que é participar de um projeto que sempre teve como referência: “O 5 X Comédia foi montado por pessoas que fizeram a minha cabeça desde sempre. Quando Monique ligou eu topei mesmo sem saber o que era, porque trabalhar com ela já era desejo antigo. Quando soube o que era, meus olhos brilharam. Dividir o palco com amigos queridos e parceiros de outros carnavais, trazendo de volta um espetáculo que marcou uma geração, e poder mostrá-lo para as novas gerações é um dos pontos mais charmosos da minha carreira até agora.”


Debora Lamm, que se lembra de sair de uma sessão de 5 X Comédia no Canecão com as bochechas doendo de tanto rir, ressalta que a união entre os atores faz a força nesta nova versão, assim como no passado. “Nós também somos uma turma, já trabalhamos juntos diversas vezes e temos uma afinidade, que é justamente o que faz com que continuemos trabalhando juntos”, avalia.


Gregorio Duvivier não tinha idade para assistir às primeiras encarnações do espetáculo, mas lembra de detalhes – a professora de inglês de Débora Bloch, o fumante de Miguel Magno – contados na época pelos pais. Escrito especialmente para Lucio Mauro Filho, seu esquete se constrói em torno de um sujeito às voltas com as próprias obsessões enquanto recebe amigos de sua mulher para uma orgia. "Queria falar da dificuldade de libertar seu amor para viver outros amores. Existe algum amor livre ou só existe amor livre? Queria falar dessa contradição: às vezes, abrir a relação parece impossível, mas não abrir também parece. Longe de ter uma resposta para essa angústia, a cena trata da comicidade desse impasse", resume o autor.


Unidos esteticamente pelo cenário de Daniela Thomas e Camila Schmidt, pela luz de Maneco Quinderé e pelo figurino de Cassio Brasil, os cinco quadros também dialogam no que trazem de mais atual. Temas e citações se repetem aqui e ali: o novo feminismo, a intolerância que borra os limites entre civilidade e barbárie, o desenho animado “Peppa Pig”, as corruptelas da vez – caso do ubíquo “miga”: “Miga, cê tá bem?”, pergunta a Branca de Neve do esquete de Julia Spadaccini ao encontrar Alice deprimida na cama. 


Hamilton louva o fato de o espetáculo captar, ao mesmo tempo, um novo momento e uma nova maneira de produzir o riso – “Um riso com conteúdo, graça, que tenha o espírito de um povo, de uma idade” –, embora confesse que às vezes se perde entre uma ou outra referência mais recente. Para Monique, “é uma turma que busca alternativas, novos canais para existir, e é nesse encontro mais livre que surgem ideias surpreendentes, que apontam para um humor irreverente, antenado”.


ELENCO


BRUNO MAZZEO


Bruno Mazzeo é ator, humorista e roteirista. Estreou na televisão em 1991, como redator do programa A Escolinha do Professor Raimundo. Nos anos seguintes, escreveu para atrações da Globo, como Sai de BaixoA Diarista e Junto & Misturado. Como ator, divide seus trabalhos entre o cinema, a televisão e o teatro. Atuou recentemente na novela A Regra do Jogo e na peça Sexo, Drogas e Rock’n'Roll. Estrelou e escreveu ainda os longas Muita calma nessa hora 1 e 2 e Cilada.com, originado pela série Cilada, que teve seis temporadas no Multishow, além de E ai, comeu?.  Atualmente, está no ar na segunda temporada da nova versão da Escolinha do Professor Raimundo, no canal Viva.


DEBORA LAMM


Cria da escola de teatro O Tablado, com mais de quarenta peças no currículo, onze indicações a prêmios de teatro e quatro troféus de melhor atriz, Debora também é integrante e fundadora da Cia OmondÉ. No cinema, esteve no elenco de Muita Calma Nessa Hora l e ll, no premiado Seja o Que Deus Quiser1972Um Homem Só, entre outros. Na TV atuou em novelas como CelebridadeUm Anjo Caiu do CéuSabor da PaixãoGeração Brasil e diversas séries como CiladaJunto & MisturadoAvassaladorasA Grande Família e Louco por Elas. Atualmente, está no ar no sucesso Zorra, da TV Globo. Em 2017, comemora 20 anos de carreira.


LUIS MIRANDA


Ator, autor e bailarino formado pela Escola de Arte Dramática da USP, atuou em mais de 20 espetáculos, esteve na tela do cinema em longas memoráveis como Bicho de Sete Cabeças, Carandiru e Quincas Berro D'Água.  Na TV, fez parte do elenco de Sob Nova DireçãoA Grande Família, Junto e Misturado, entre outros programas.   Convidado para participar da novela Geração Brasil, atualmente integra o elenco de Mister Brau e Zorra, na Rede Globo de Televisão. 


LUCIO MAURO FILHO


Além de integrar o elenco de A Grande Família, um dos grandes sucessos da TV Globo, que ficou no ar de 2001 a 2014, o ator participou de diversas atrações da emissora, como Zorra TotalSexo Frágil e Nova Escolinha do Professor Raimundo.  No teatro, participou de grandes sucessos como Lisbela e o Prisioneiro, de Guel Arraes, O Mágico de Oz, de Moeller e Botelho, além de produzir, dirigir e atuar na peça Lucio 80-30, ao lado do pai, o ator Lucio Mauro. Em 2012, recebeu o Prêmio Zilka Sallaberry de melhor diretor pelo espetáculo Uma Peça Como Eu Gosto. No cinema, esteve em filmes como O Coronel e o LobisomemVai Que Dá Certo 1 e 2Entrando numa Roubada e Elis, no papel de Miéle, que estreou em novembro de 2016.


MARCELO MÉDICI


Formado pelo teatro escola Célia Helena, fez mais de 30 espetáculos teatrais, entre eles Terça Insana, o Mistério de Irma Vap, e os musicais Sweet CharityRocky Horror ShowSe Meu Apartamento Falasse, além de estar em cartaz há 14 anos com a comédia solo Cada Um Com Seus Pobrema. Na TV, participou das novelas BelíssimaPassione Joia Rara, dos humorísticos A Praça é Nossa e Junto & Misturado, e atualmente está no ar em Vai Que Cola.


SOBRE A BB SEGUROS


A BB Seguros é responsável pelos seguros, planos de previdência privada, títulos de capitalização e planos odontológicos do Banco do Brasil. A empresa acredita no desenvolvimento do país. Para isso oferece proteção familiar e financeira, além de incentivar projetos direcionados as famílias e para o desenvolvimento de artistas brasileiros. Em 2013 abriu seu capital em bolsa, realizando o maior IPO do Brasil desde 2009 e o maior no mundo do ano de 2013."


FICHA TÉCNICA


Direção: Hamilton Vaz Pereira e Monique Gardenberg


Cenário: Daniela Thomas e Camila Schmidt


Imagens do Cenário e Projeto Gráfico: Radiográfica


Iluminação: Maneco Quinderé


Figurino: Cássio Brasil


Fotos: André Gardenberg


Vídeos: Dado Marietti


Assistente de Direção: Mila Portella e Sergio Maciel


Direção de Palco: Ney Silveira


Operador de Luz: Vladimir Freire


Operadora de Som: Joana Guimarães


VJ: Bruno Grieco


Contra Regra: Gabriel Max Serqueira


Caracterização: Sonia Penna


Produção de Figurino: Patricia Sato e Sonja Gradel


Assessoria de Imprensa: Vanessa Cardoso / Factoria Comunicação


Texto Programa: Isabel De Luca


Gerência Comercial: Adriana Vieira e Stefania Dzwigalska


Financeiro: Érica Maia, Marco Aurélio Serqueira, e Monica Lima


Motoristas: João Batista Oliveira e José Luis
Produção Teatro: Selene Marinho


Direção de Produção: Clarice Philigret


Diretores Executivos: Carlos Martins e Jeffrey Neale


Idealização: Dueto


Realização: Nós 3


SERVIÇO


5 X Comédia


Datas: 28 e 29 de julho


Sábado, às 21h


Domingo, às 17h30 e 20h


Local: Teatro Fernanda Montenegro


Classificação: 14 anos


Gênero: Comédia  Duração: 90 min


INGRESSOS


Setor 1 e 3  (Platéia - Laterais ) - R$50 inteira / R$25meia


Setor 2 (Platéia Central) - R$80 inteira / R$40


Setor 2 (Platéia Central, Filas L, M e N) - R$40 inteira / R$20 meia


PONTOS DE VENDA:


Onlinewww.5xcomedia.com.br



  • Bilheteria do Teatro (nos dias do espetáculo, a partir de 14h)



  • Lojas Hering 

  • Centro - Galeria Mixmall


End: 104 Sul Av. LO 01 Lote 14 a 16 


Shopping Capim Dourado


Av. JK, Quadra 107 Norte, Lote 1, s/n - Plano Diretor Norte 


Site oficial: www.5xcomedia.com.br


Facebook: https://www.facebook.com/5xcomedia/


Instagram: https://www.instagram.com/5xcomedia/

FONTE: ASSESSORIA

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
RAPIDINHAS
Postada em 06/10/2018 ás 17h46

Amanhã iremos às urnas para decidir quem será nosso o proximo  governador,  2 Senadores,  8 Deputados Federais e 24 Deputados Estaduais. Temos que escolher bem, para que não possamos cair novamente em outra onda de instabilidade.  Ainda não nos recuperamos da primeira, logo veio outra e não podemos correr o risco de termos uma terceira, que será o decreto do fim do Estado do Tocantins, por isso, é imprescindível que você antes de digitar os números de seus candidatos pense no futuro do seu filho.

Postada em 29/09/2018 ás 09h30

O Tocantins está caindo em mais uma insegurança política e jurídica. Será a terceira vez que um governador é cassado no Tocantins: duas vezes com Marcelo Miranda e uma provável com Carlesse.

Os crimes que cassaram Marcelo Miranda e podem cassar Carlesse são os mesmos: abuso de poder econômico e político. Essas inseguranças jurídicas e políticas ocasionadas pelo desejo do poder pelo poder causam um mal ao tocantinense de bem, empresas fogem do Estado, desemprego aumenta e a miséria se alastra em solos tocantinenses.

Não aguentamos mais uma cassação, isso será o decreto do fim do Tocantins. Dia 7 de Outubro não pense no agora, pense no futuro, e no desgaste que um mandato interrompido causa. Precisamos de melhorar a economia do Tocantins para melhorar a vida do tocantinense, Carlesse com essa insegurança jurídica não garante isso.

 

Kelps Mota

Postada em 27/09/2018 ás 11h06

Para reflexão: Tudo vai dar certo na sua vida, acredite em seu potencial. 

Esta mensagem é para alegrar todas as pessoas que estão passando por inúmeras dificuldades. Essa mensagem pode ser para você e quero através dela quero lhe dar forças para enfrentar todos os obstáculos nessa fase que está sendo tão difícil de encarar.

Olha faça de seus pensamentos a força de que está precisando. Esqueça as coisas ruins e limpe a sua mente cultivando somente bons pensamentos. Acredite no seu sucesso total, não imagine e nem crie obstáculos na sua mente pois eles podem fazer com que você desacredite do seu sucesso.

Eu conheci uma pessoa que falava a seguinte frase. “Tudo que uma pessoa é capaz de planejar, ela é capaz de realizar”. Por isso peso a você que tenha fé, otimismo e ação. Sua vida só você a vive, portanto goste mais, acredite mais, e seja mais feliz, procure plantar muitas sementes de amor e otimismo na sua vida, e você colherá sempre maravilhosos frutos é vencerá todas as barreiras que vierem a aparecer nos seus caminhos.

Eu acredito em você!

(Alessandro Ferreira – Jornalista MTB 999/TO)

Postada em 23/09/2018 ás 14h41

Os ratos do Hospital Regional de Araguaína mostrados no Bom Dia Brasil da rede GLOBO de televisão é outra amostra do quanto que o governo Carlesse está estabilizando o Estado, imobilizando-o, deixando ele parado como sempre esteve.

O Estado das propagandas eleitorais é uma obra de ficção bem elaborada. Tudo é lindo, tudo funciona. Mas a vida real é cruel. Os ratos que moram no Regional de Araguaína e transita entre pacientes é a triste realidade de um Estado que estabilizou, parou ali onde sempre esteve e não andou mais.

Postada em 06/08/2018 ás 07h33

Tocantins estado para onde muitas pessoas vieram na década dos anos 90, atrás de conseguir realizar seus sonhos e conseguir a tão sonhada casa própria e mudar de vida, em meio a um cerrado ainda sendo desbravado por nortistas, sulistas, nordestinos, pessoas vindas de todas as regiões do país, para uma terra que antes era conhecida como o corredor da miséria, pelos então moradores da região sul do Estado de Goiás.[

Terra essa, que durante alguns anos fora comandada por verdadeiros coronéis, que interromperam as realizações dos sonhos de diversos pioneiros que aqui acreditaram, é nesse pleito querem retornar ao poder no intuito de alimentar as suas ganâncias e realizar seus desejos individuais, estarão indo às ruas, batendo de porta em porta, na televisão, nos rádios e nas redes sociais para mais uma vez enganarem os sofridos pioneiros que no passado acreditara em suas promessas, que até hoje nunca ser responsabilizaram em cumprir e realmente trabalhar em prol de todos.

Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados - Agência Tocantins - Contatos: (63) 98500-8112 – Email: [email protected]