Monday, 14 de June de 2021 15:04
63 98500-8112
Geral REFLEXÃO

Suicídio; Por Adebar Fernandes/ Psicanalista

Vivemos um momento histórico de um mundo com milhares de demandas e ofertas pessoais, que se anunciam como sendo fontes de felicidade e sentido de vida.

04/05/2021 08h06 Atualizada há 1 mês
401
Por: Alessandro Ferreira Fonte: Adebar Fernandes
Imagem ilustrativa/Divulgação Agência Tocantins
Imagem ilustrativa/Divulgação Agência Tocantins

Porque uma pessoa decide acabar com sua própria vida? Existem diversos fatores possíveis de serem apontados, mas vamos concentrar em apenas um motivo mais constitutivo, a incapacidade das pessoas de continuar gerando sentido para a vida.

Vivemos um momento histórico de um mundo com milhares de demandas e ofertas pessoais, que se anunciam como sendo fontes de felicidade e sentido de vida.

A princípio, poderia parecer uma coisa boa que estivéssemos vivendo uma época com diversidade de tantos sentimentos vitais, mas contrário a este cenário, o que percebemos são pessoas sem conseguir encontrar, neste labirinto de sentidos, a mínima razão para alimentar a própria existência.

Há uma hipótese bastante clara no entendimento da realidade de constantes suicídios que vivemos, a busca do sentido da vida como algo possível de ser encontrado, quando na prática esse sentido se constrói, não existindo pronto em nenhum lugar para ninguém.

Buscar sentido existencial fora de si mesmo é como soprar uma ventania para desviar sua direção, esforço em vão...

O sentido da vida necessariamente precisa ser encontrado na própria vida, fora dela, mera ilusão.

Mais do que a pandemia como motivo de tantos suicídios, poderíamos dizer que o dia a dia com maior isolamento social tem provocado nas pessoas mais tempo para deparar com seus próprios dilemas e conflitos, sendo portanto a pandemia um gatilho e não o motivo em si, de tal modo, isto reforçará ainda mais a hipótese central deste texto, o equívoco de buscar sentido para a vida na futilidade do narcisismo estético das redes sociais, no consumismo materialista do capitalismo, no pouco preparo da inteligência emocional das pessoas para internalizar, no exercício da vida que viver não é uma viagem sem intensa relação com adversidades e sofrimentos.

 

Adebar Fernandes: Psicanalista, filósofo, palestrante, professor. Especialista em Neurociência e Filosofia Contemporânea. 

Contato: WhatsApp (63) 991128233 | Canal do Instagram: https://www.instagram.com/psicanalistaadebarfernandes/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Palmas - TO
Atualizado às 14h53 - Fonte: Climatempo
34°
Nuvens esparsas

Mín. 21° Máx. 34°

36° Sensação
11 km/h Vento
41% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (15/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Wednesday (16/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens