Monday, 14 de June de 2021 15:42
63 98500-8112
Política AÇÃO PARLAMENTAR

Tribuna: Jorge Frederico cobra agilidade no atendimento do INSS no Tocantins

Em sua fala, o parlamentar pontuou as dificuldades enfrentadas pelos tocantinenses para se conseguir realizar uma perícia, e também comparou a diferença de tempo de atendimento entre outros estados e o Tocantins.

09/06/2021 21h51
175
Por: Alessandro Ferreira Fonte: Assessoria Parlamentar
Deputado Jorge Frederico durante discurso na tribuna da ALETO - Foto: Divulgação/Assessoria
Deputado Jorge Frederico durante discurso na tribuna da ALETO - Foto: Divulgação/Assessoria

Na sessão desta terça-feira, 08, o deputado Jorge Frederico (MDB), utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para expor a situação de descaso vivido pelos usuários do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS no estado.

Em sua fala, o parlamentar pontuou as dificuldades enfrentadas pelos tocantinenses para se conseguir realizar uma perícia, e também comparou a diferença de tempo de atendimento entre outros estados e o Tocantins. "O presidente do INSS recebeu o vereador de Araguaína Flávio Cabanhas sobre um assunto importante e que tem feito os tocantinenses sofrerem muito. Eu busquei os números em relevância das perícias do INSS no Tocantins, esse é um drama que centenas de tocantinenses que têm vivido nessa pandemia, a falta de peritos médicos nos centros de atendimento no estado", pontuou ele.

O deputado também falou sobre o sofrimento de trabalhadores que buscam o auxílio doença e que pela falta da perícia médica não conseguem seus benefícios, situação que coloca o cidadão em dificuldade, justo neste momento de extrema necessidade. "Aquelas pessoas que precisam de auxílio doença, auxílio acidente, aquelas que estão trabalhando em um emprego, e que acontece um acidente... Até o 15° dia a empresa é responsável, após o 15° dia, o cidadão tem sofrido 150 dias para poder conseguir um auxílio", contestou Frederico.

Por fim, o parlamentar citou números que mostram a diferença de atendimento em outros estados, comparados ao Tocantins. "Eu busquei os números pelo Brasil. No Distrito Federal a demora é de 36 dias, em Porto Alegre 80 dias, no Paraná cerca de 85 dias, mas no Tocantins os peritos têm demorado mais de 150 dias para atender uma pessoa que precisa para receber seu auxílio doença, o que se torna inaceitável", concluiu Frederico cobrando celeridade no atendimento pelo estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Palmas - TO
Atualizado às 15h33 - Fonte: Climatempo
34°
Nuvens esparsas

Mín. 21° Máx. 34°

35° Sensação
9 km/h Vento
39% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (15/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Wednesday (16/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens