Quarta, 23 de janeiro de 2019
63 98500 8112
Cidades

03/01/2019 às 22h12 - atualizada em 03/01/2019 às 22h44

1.636

Alessandro Ferreira | Redação

PALMAS / TO

Enfermeira é agredida verbalmente por paciente em unidade de saúde no interior do Tocantins
A enfermeira só não foi agredida fisicamente, porque o homem foi contido por duas pessoas que estavam acompanhando ele no hospital.
Enfermeira é agredida verbalmente por paciente em unidade de saúde no interior do Tocantins
Hospital Regional de Dianópolis - Foto: Alessandro Ferreira/Agência Tocantins

Uma enfermeira foi agredida por um paciente no Hospital Regional de Dianópolis, o caso aconteceu no início da noite dessa quinta-feira (03).  Segundo informações colhidas pela redação do Agência Tocantins, o homem procurou a unidade hospitalar para ser atendido, ao ser informado pela enfermeira chefe do plantão que não tinha médico para atendê-lo, o paciente ficou enfurecido e passou a agredir a enfermeira, que não teve o nome divulgado, com palavras de baixo calão e ameaças.


O homem que ainda não foi identificado estava sangrando devido ter sofrido um corte em umas das pernas que precisava ser suturado.


Uma testemunha que presenciou o fato, contou a nossa reportagem que a enfermeira só não foi agredida fisicamente, porque o homem foi contido por duas pessoas que estavam acompanhando ele no hospital.


Nas imagens é possível ouvir o homem agredindo a profissional com palavras de baixo calão. A polícia militar compareceu ao local, o caso foi registrado na delegacia da cidade. (Veja o vídeo).


O caso será investigado pela Polícia Civil.



Segundo informações, a falta de médicos no Hospital Regional de Dianópolis, foi causada pelas exonerações feitas pelo governo do Estado. Em todos os hospitais do Tocantins estão faltando profissionais médicos e enfermeiros, O problema esta gerando um verdadeiro caos na saúde do Estado.


Paciente enfurecido - Foto: Reprodução/Agência Tocantins


 Confira o comunicado da secretaria da Saúde - Contratos Temporários


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, vem a público informar que os serviços essenciais não serão prejudicados com as reduções de servidores já anunciadas pela gestão. O redimensionamento se faz necessário para o enquadramento do Estado na legislação de responsabilidade fiscal, que ano após ano vinha sendo descumprida.


A Secretaria está trabalhando para que já nas próximas horas todos os contratos necessários para a manutenção dos serviços essenciais sejam devidamente regularizados sem qualquer prejuízo para os servidores, bem como para a população.


A Secretaria informa ainda que os atendimentos na saúde são realizados em rede, sendo disponibilizados atendimentos médicos de média e baixa complexidade nos municípios do Estado, disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Os atendimentos hospitalares são realizados apenas para casos mais graves e complexos.


Palmas/TO, 03 de janeiro de 2019.


 


Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Agência Tocantins no (63) 9 8500-8112

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
RAPIDINHAS
Postada em 17/01/2019 ás 15h53

A pergunta que se faz na capital é: quem é mesmo o governador do Tocantins?. Com o protagonismo exacerbado de Wanderlei Barbosa, Mauro Carlesse foi jogado ao ostracismo, lembrado apenas quando ocorre as  inúmeras trapalhadas do governo, onde o povo cai em cima dele com todo tipo de adjetivos, quando, na verdade, o governador de fato é Wanderlei Barbosa. Carlesse é o dono da caneta, mas só escreve o que é ditado por Wanderlei.

Keops Mota

Postada em 31/12/2018 ás 16h00

019 está chegando, e com ele vem também a incerteza de um governo que começou errado (pau que nasce torto nunca se endireita, já disse "cumpade" Washington) com tentativas de obstrução de justiça, aparelhamentos, escândalos e investigações, o que pode tirar do tocantinense a esperança de um ano feliz.

O cenário que se desenha com o governo carlesse é tenebroso, nada auspicioso. Podemos estar entrando (Deus permita que não) no pior momento de nossa história. O viés autoritário desse governo pode se elevar à níveis assustadores. Não tenha isso como um escrito de quem torce pelo pior, mas de um tocantinense preocupado com o futuro. Deus nos proteja.

Postada em 23/12/2018 ás 00h49

O Natal está chegando, e que com ele também venham a união, a paz, a alegria e o gozo de estarmos reunidos com nossa família comemorando o nascimento do maior homem da história: Cristo. Que cada pessoa  deixar brotar em seu coração a semente da paz, plantada pelo ilustre aniversariante. Boas festas. São os votos de: 

 

Keops Mota/Corespondente Agência Tocantins

Postada em 24/11/2018 ás 14h37

A coisa está ficando insustentável. Com o governo sofrendo investigações e seus aliados envolvidos em escândalos que vai de depósito ilegal de resíduos hospitalares à apologia à pedófilia, a única saída possível e honrosa diante de tanto descalabro, que só tende a aumentar, é a cassação.

Não podemos estar sob as ordens de um governo que está moralmente abaixo de nós. As denúncias de obstrução de Justiça, concessão de contrato sem licitação para uma empresa da família de um aliado que culminou em um crime ambiental e denúncia por supostos crimes eleitorais já são fatos suficientes para que não tenhamos esse governo como legítimo.

 

Keops Mota

Postada em 08/11/2018 ás 12h55

Carlesse mente

Mauro valesse queria apenas poder sobre os bois e idiotas do Tocantins.

Depois de eleito Mauro Carlesse se tornou soberbo e arrogante e recebe apenas pessoas ligadas ao agrobusiness.

Valesse não é aquele homem humilde e correto que imaginávamos,Ele é um lobo branco disfarçado de ovelha e ao que parece será bem pior que Marcelo Miranda e não vai se sustentar no poder.

Mauro Carlesse prometeu defender e respeitar os funcionários públicos perseguidos e humilhados por Marcelo Miranda,e quando chegou ao poder virou as costas para os humildes e dá ouvidos apenas a deputados que compraram votos por 500 mil.

Mauro Carlesse nada faz pela segurança falida do Tocantins e virou suas costas largas para a saúde ferida dos tocantinenses.

Mauro Carlesse ficou neutro surdo burro e mudo quanto a Bolsonaro,e agora quer ser beneficiado.Quem é Mauro Carlesse? AINDA SABEREMOS.

Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados - Agência Tocantins - Contatos: (63) 98500-8112 – Email: [email protected]