Pedido de cassação

MP eleitoral pede cassação de Carlesse por uso da máquina pública com contratos em excesso nas eleições de 2018

No documento, Manzano pede a realização de novas eleições no Tocantins.

07/01/2019 20h57
Por:
909
Governador Mauro Carlesse/foto Internet
Governador Mauro Carlesse/foto Internet

O Procurador Eleleitoral Álvaro Manzano do Ministério Público Eleitoral apresentou um novo pedido de cassação do governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS) e do vice, Wanderlei Barbosa (PHS).  

A ação se refere a 15 mil contratos que estavam na estrutura do governo, que, segundo o MP, não se faziam necessários, e que isso é um indício de que esses contratos serviram para questões meramente eleitorais. 

"Essa ação demonstra cabalmente que as condutas abusivas praticadas pelos requeridos nas eleições suplementares, tais como a contratação excessiva de servidores temporários, foram estendidas às eleições estaduais, desequilibrando o processo eleitoral a seu favor", escreveu o procurador.

No documento, Manzano pede a realização de novas eleições no Tocantins.

Os dois pedidos serão analisados pelo Tribunal Regional Eleitoral, já que se tratam de supostos crimes eleitorais, no fim do recesso do poder judiciário.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
AugustinópolisAugustinópolis - TO Notícias de Augustinópolis
Palmas - TO
Atualizado às 13h03
31°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 19°
31°

Sensação

19 km/h

Vento

38.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
BANNER CAMPANHA ARRAIÁ DA AMIZADE 2019
Municípios
CAMPANHA PRESENÇA DIGITAL WEB- 1
Últimas notícias
Mais lidas