ESTILO CARLESSE

Ex-prefeito processado por crimes contra a administração e reprovado 5 vezes pelo TCE é nomeado por Mauro Carlesse

Cintra está registrado na relação dos

11/01/2019 16h06Atualizado há 5 meses
Por: Alessandro Ferreira
804
Leonardo Sette Cintra - Foto: Divulgação
Leonardo Sette Cintra - Foto: Divulgação

Com o Ato Nº 104, que renomeia o ex-prefeito de Almas Leonardo Sette Cintra, secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, retroativo ao dia 1º, o governador Mauro Carlesse (PHS) mantém em seu governo um aliado já reprovado como gestor pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) em pelo menos cinco julgamentos de contas consolidadas.

A "lei estadual da ficha limpa" - a 2.744/13 - veda nomeação de quem tem contas reprovadas (no artigo 2, inciso III).

Cintra está registrado na relação dos "ficha suja" do TCE - ou seja, a dos gestores com contas julgadas irregulares pela corte de contas Tocantínia - nos seguintes acórdãos: AC 945/2015; AC 181/2016; AC 1040/2015; AC 904/2012; AC 1404/2015; AC 142/2014 e AC 318/2011.

A própria Câmara Municipal julgou e rejeitou em plenário as contas consolidadas de Cintra, de 2009, em sessão no dia 21 de novembro de 2017.

Floresta processual

O secretário do Meio Ambiente cultiva uma floresta de processos judiciais. Em uma das ações de improbidade, o MP o acusa de improbidade e cobra dele o prejuízo de R$ 22.150,91, dado à prefeitura com pagamentos irregulares.

O próprio município o processa em quatro ações com pedido de ressarcimento milionário: R$ 925.590,05 de recursos da união sem prestação de contas, outros R$ 100.651,12 de consignados retidos de servidores e não repassados ao banco e mais R$ 15 pagos por multas aplicadas pelo Naturatins por crimes ambientais na gestão dele, entre outras.

Cobrado pelo patrão

O Tribunal, por meio da procuradora geral do Estado, órgão do Executivo estadual, está executando Leonardo Cintra judicialmente o gestor para o pagamento de multa de R$ 11.110,00, aplicadas pela corte em irregularidades nas prestações de conta.

Mais do mesmo

Há ainda ações de improbidade contra Cintra por atraso em salários de servidores de 2016 e outra pela depredação dos bens da prefeitura e até desaparecimento de remédios da farmácia do município e atos lesivos na contratação exagerada de bandas para aniversário da cidade, em mais de R$ 330 mil.

Também constam ações criminais, em fase de análise pela Justiça Estadual, com acusações de prevaricação, crimes praticados por funcionários públicos contra a administração em geral.

- PUBLICIDADE -

 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Agência Tocantins no (63) 9 8500-8112

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
PalmasPalmas - TO Notícias de Palmas
Palmas - TO
Atualizado às 11h40
31°
Alguma nebulosidade Máxima: 36° - Mínima: 19°
31°

Sensação

7 km/h

Vento

36%

Umidade

Fonte: Climatempo
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
CAMPANHA PRESENÇA DIGITAL WEB- 1
Municípios
BANNER MARRONY
Últimas notícias
Mais lidas