domingo, 17 de fevereiro de 2019
63 98500 8112
Entretenimento

29/01/2019 às 01h41

93

Redação

Palmas / TO

Ruth Almeida homenageia quebradeiras de coco em festival nacional de gastronomia
O Cozinha Show com Ruth Almeida ofereceu aos presentes a Paella do Sol.
Ruth Almeida homenageia quebradeiras de coco em festival nacional de gastronomia
Divulgação

A chef de cozinha Ruth Almeida é uma das escolhidas para o time do Festival Fartura – Comidas do Brasil, que aconteceu no último final de semana na cidade de Belém (PA), na Estação das Docas, um dos pontos turísticos da cidade. Compõem o time de atrações do festival, considerado o mais importante de gastronomia do País, mais de 60 atrações gastronômicas e 15 apresentações culturais, entre shows e intervenções cênicas.


No Festival, os visitantes tiveram a oportunidade de experimentar pratos de chefs de todo o País, participar de palestras, aulas teóricas e interativas, assistir às cozinhas ao vivo e levar produtos e ingredientes para casa. A chef Ruth de Almeida, do restaurante Raízes Gastronômicas, em Palmas, se apresentou no evento no sábado e domingo, 26 e 27, nos espaços Cozinha ao Vivo e Conhecimento. O Cozinha Show com Ruth Almeida ofereceu aos presentes a Paella do Sol.


O prato que tem como um dos principais ingredientes o coco babaçu é uma forma de demonstrar as raízes da chef de cozinha e ex-quebradeira de coco. “Foi uma forma de falar sobre a tradição das mulheres quebradeiras de coco”, disse Ruth, acrescentando que uma homenagem às quebradeiras de coco também foi feita no evento. “Eu relembrei que antes o coco babaçu servia só para fazer carvão e para consumo de pessoas muito pobres. E hoje o coco babaçu está se destacando com o potencial não só no artesanato como também na gastronomia com a amêndoa, a castanha e o azeite.”


Em 2019, os Festivais acontecem também em Porto Alegre, São Paulo, Tiradentes, Belo Horizonte, Fortaleza, Brasília e Lisboa. No ano de 2018, Ruth participou do Festival em Belo Horizonte (MG), no mês de agosto, e na cidade de Fortaleza (CE), em novembro. O Fartura busca mapear a gastronomia brasileira com seus personagens, produtores, cozinheiros, chefs, receitas, produtos e ingredientes – e seu caminho da origem até a mesa.


Fartura


O Festival Fartura é realizado pela Plataforma Fartura – Comidas do Brasil, que percorre todo o território nacional por meio da Expedição Fartura, viagens de pesquisa gastronômica que mapeia personagens, produtores, cozinheiros, chefs, receitas, produtos e ingredientes. O conteúdo dela é disponibilizado na web por meio do site e das redes sociais, além da publicação de livros e filmes. As expedições também são a base para os festivais, que conectam a cadeia gastronômica, da origem ao prato.


Perfil


Nascida em Porto Franco (MA) e criada na região do Bico do Papagaio, em Tocantins, Ruth Almeida é filha de trabalhadores rurais analfabetos que comandaram uma família de nove irmãos. Ainda adolescente, Ruth Almeida começou a cozinhar para fazendeiros da região com os produtos colhidos na própria roça. Em 1991, decidiu partir para Palmas. Montou um barraco de lona na Região Sul da capital e começou a trabalhar como doméstica, lavadeira, cuidadora de crianças, merendeira em escolas públicas, serviços gerais e cozinheira em hotéis. Até que um dia, ela descobriu na internet inscrições para o programa “Cozinheiros em Ação”, do Canal GNT.


Dentre milhares de inscrições, Ruth foi escolhida para participar do programa e garantiu a segunda colocação, com opções de pratos que valorizaram a culinária brasileira, nortista e da roça, definido pelo chef francês e apresentador do programa, Olivier Anquier como uma “cozinha de amor”. Foi aí que Ruth Almeida decidiu criar garra e abrir o seu próprio restaurante – o Raízes Gastronômicas –, que valoriza a cozinha regional, com produtos do pequeno produtor.


 


Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Agência Tocantins no (63) 9 8500-8112

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
RAPIDINHAS
Postada em 27/01/2019 ás 01h28

Sobre o caso dos vereadores. Não quero entrar na questão de culpa ou inocência, até porque não cabe a mim esse julgamento, jogar pedra em quem está caído é muito fácil, e se tratando de amigos, um ato de covardia.

Vi no dia de ontem uma enxurrada de xingamentos contra eles, até de pessoas que já foram ajudadas por algum deles; deixo claro, não estou fazendo uma defesa dos supostos atos cometidos, mas quero exaltar o valor empatia, já pensou se fosse um de nós no lugar deles? Já pensou nossa família sofrendo com seu ente querido preso e ainda tendo de suportar essa enxurrada de xingamentos? Vou repetir o que falei acima: jogar pedra em quem está caído é fácil, e se tratando de um amigo, um ato de covardia.

A exposição de suas prisões trouxe sofrimento não só à eles que agora têm que ficar em uma cela de prisão, mas também aos seus familiares. Eles não mereciam passar pelo que passaram, apesar dos pesares, e antes de lançarmos um juízo de valor sobre o caso devemos saber que até agora eles são inocentes até que se prove o contrário, ainda não há um julgamento das autoridades competentes, eles são suspeitos? Sim, mas essa suspeita não nos dar o direito de condená-los. Esse senso de justiça desmedido e irracional não cabe, ou não deveria caber, em nossos dias.

Fica aqui minha solidariedade aos amigos: Antônio Feitosa, Antônio Barbosa, Antônio Queiroz, Ângela do Rapadura, Marcos da Igreja, Luizinha do Itamar, Neguin da Civil, Nildo Lopes, Ozeas Gomes e Vaguin.

 

Keops Mota

Postada em 17/01/2019 ás 15h53

A pergunta que se faz na capital é: quem é mesmo o governador do Tocantins?. Com o protagonismo exacerbado de Wanderlei Barbosa, Mauro Carlesse foi jogado ao ostracismo, lembrado apenas quando ocorre as  inúmeras trapalhadas do governo, onde o povo cai em cima dele com todo tipo de adjetivos, quando, na verdade, o governador de fato é Wanderlei Barbosa. Carlesse é o dono da caneta, mas só escreve o que é ditado por Wanderlei.

Keops Mota

Postada em 31/12/2018 ás 16h00

019 está chegando, e com ele vem também a incerteza de um governo que começou errado (pau que nasce torto nunca se endireita, já disse "cumpade" Washington) com tentativas de obstrução de justiça, aparelhamentos, escândalos e investigações, o que pode tirar do tocantinense a esperança de um ano feliz.

O cenário que se desenha com o governo carlesse é tenebroso, nada auspicioso. Podemos estar entrando (Deus permita que não) no pior momento de nossa história. O viés autoritário desse governo pode se elevar à níveis assustadores. Não tenha isso como um escrito de quem torce pelo pior, mas de um tocantinense preocupado com o futuro. Deus nos proteja.

Postada em 23/12/2018 ás 00h49

O Natal está chegando, e que com ele também venham a união, a paz, a alegria e o gozo de estarmos reunidos com nossa família comemorando o nascimento do maior homem da história: Cristo. Que cada pessoa  deixar brotar em seu coração a semente da paz, plantada pelo ilustre aniversariante. Boas festas. São os votos de: 

 

Keops Mota/Corespondente Agência Tocantins

Postada em 24/11/2018 ás 14h37

A coisa está ficando insustentável. Com o governo sofrendo investigações e seus aliados envolvidos em escândalos que vai de depósito ilegal de resíduos hospitalares à apologia à pedófilia, a única saída possível e honrosa diante de tanto descalabro, que só tende a aumentar, é a cassação.

Não podemos estar sob as ordens de um governo que está moralmente abaixo de nós. As denúncias de obstrução de Justiça, concessão de contrato sem licitação para uma empresa da família de um aliado que culminou em um crime ambiental e denúncia por supostos crimes eleitorais já são fatos suficientes para que não tenhamos esse governo como legítimo.

 

Keops Mota

Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados - Agência Tocantins - Contatos: (63) 98500-8112 – Email: [email protected]