TAPEOU OS SERVIDORES
Sindicato não aceitará descumprimento dos direitos dos servidores públicos
Para o SISEPE-TO, o enquadramento do Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) não passa pelo descumprimento de outras leis e dos direitos dos servidores efetivos.
05/02/2019 12h08
Por: Redação
342
Divulgação
Divulgação

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) não aceitará que os direitos dos servidores públicos, garantidos por lei, sejam desrespeitados. Diante da Medida Provisória nº 2, editada pelo governador Mauro Carlesse (PHS) no último dia 1º, que congela as concessões de direitos por 30 meses, o SISEPE-TO conversará com o governo do Estado para entender em detalhes como será a aplicação dessa medida na prática.

“Após entender as implicações de forma minuciosa da MP nº 2, de 2019, vamos avaliar se as mudanças atingem direitos dos servidores públicos, sendo o caso, vamos discutir mudanças na medida com a gestão estadual”, explica o presidente do SISEPE-TO, Cleiton Pinheiro. Para o SISEPE-TO, o enquadramento do Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) não passa pelo descumprimento de outras leis e dos direitos dos servidores efetivos.

A MP nº 2 suspende pelo período de 30 meses o reajuste de gratificações, de verba indenizatória de indenização pecuniária, de produtividade por desempenho de atividade e de ressarcimento de despesa; e a concessão de progressões funcionais previstas nas leis dos diversos quadros de pessoal que integram o Poder Executivo estadual.

 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Agência Tocantins no (63) 9 8500-8112

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
PalmasPalmas - TO Notícias de Palmas
Palmas - TO
Atualizado às 05h20
24°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 23°
24°

Sensação

7 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas