Saturday, 16 de October de 2021
29°

Poucas nuvens

Palmas - TO

Justiça AÇÃO DO MPTO

MPTO e órgãos parceiros discutem tratativa para a solução dos casos de desaparecimento de pessoas no Tocantins

O MPTO realizou a reunião para alinhar o início da construção de um fluxo integrado à busca de solução para os casos de desaparecimento de pessoas no estado do Tocantins.

05/08/2021 às 09h46
Por: Nathaly Guimarães Fonte: Assessoria de Comunicação do MPTO
Compartilhe:
Divulgação/ Assessoria MPTO
Divulgação/ Assessoria MPTO

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), representado pela promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Cidadania, Consumidor, Direitos Humanos e Mulher (Caoccid), Isabelle Figueiredo, participou de reunião com órgãos parceiros, nesta segunda-feira, 02, para alinhar o início da construção de um fluxo integrado no tocante à busca de solução para os casos de desaparecimento de pessoas no estado do Tocantins.

A reunião foi realizada na sede do MPTO e contou com a presença do delegado e do escrivão da Delegacia de Polícia Interestadual e Captura (Polinter - Palmas), Fábio Augusto Simon e Leandro Borges da Nóbrega, respectivamente, e da diretora de Perícia Criminal do Instituto de Criminalística, Aldênis Bezerra.

Na oportunidade, os representantes da Polinter apresentaram os esforços que o órgão tem feito para solucionar os casos de desaparecimento, desde o registro até a investigação. A diretora de Perícia Criminal, Aldênis Bezerra, destacou que o Instituto de Criminalística poderá contribuir para que muitos casos sejam solucionados, com a implementação do laboratório de genética forense, a partir da coleta de dados genéticos, e do cruzamento de dados entre os órgãos envolvidos.

Diante da necessidade de integração entre os órgãos parceiros na solução dos casos, durante a reunião ficou definido que será elaborada uma cartilha norteadora que conterá um fluxo determinado de tratativa para os casos de desaparecimento de pessoas no Tocantins, a partir da alimentação do Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid), em consonância com os demais sistemas de existentes, com a finalidade de integrar a rede de uma forma eficaz.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.