Saturday, 23 de October de 2021
30°

Muitas nuvens

Palmas - TO

Internacional AFEGANISTÃO

Refugiada afegã dá à luz dentro de avião com destino à Alemanha

Pouco depois do pouso, militares americanos ajudaram no parto dentro da aeronave; mãe e filha estão 'em bom estado de saúde'

22/08/2021 às 14h57
Por: Edson Gilmar Fonte: AFP
Compartilhe:
Piloto baixou a altitude de avião para salvar a vida de afegã, informou a Força Aérea americana – Foto: US AIR FORCE / AFP
Piloto baixou a altitude de avião para salvar a vida de afegã, informou a Força Aérea americana – Foto: US AIR FORCE / AFP

Uma afegã deu à luz um bebê em um avião militar dos Estados Unidos que a levava para a base de Ramstein, na Alemanha, anunciou no Twitter o comando de mobilidade aérea da Força Aérea dos Estados Unidos.

A mulher voava no sábado (21) de uma base americana no Oriente Médio com destino à Alemanha quando começou a sentir contrações e "complicações", disse o tuíte.

O comandante do avião "decidiu descer em altitude para aumentar a pressão dentro do avião, o que permitiu (...) salvar a vida da mãe", acrescentou o Air Mobility Command.

Pouco depois do pouso, militares americanos ajudaram no parto dentro do avião.

Mãe e filha foram levadas para um hospital próximo e se encontram "em bom estado de saúde", afirmou.

As imagens divulgadas pela força aérea mostram soldados retirando a mulher do avião em uma maca.

Uma semana depois da vitória do Talibã no Afeganistão, os países estrangeiros tentam evacuar milhares de cidadãos próprios e colaboradores locais do aeroporto de Cabul, que vive momentos de pânico e desesperança.

Desde 14 de agosto, os Estados Unidos retiraram cerca de 17.000 pessoas, entre elas muitos colaboradores afegãos. 

Washington fechou acordos com Alemanha e Espanha para receber temporariamente esses refugiados nas bases americanas em seus territórios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.