Saturday, 16 de October de 2021
26°

Nuvens esparsas

Palmas - TO

Esportes ESPORTE

Ciclismo retorna às ruas de Gurupi após avanço da vacinação contra Covid-19

Com o avanço da vacinação, ciclistas estão retornando aos treinos para competições ou simplesmente para a saúde e lazer

26/08/2021 às 16h07
Por: Alessandro Ferreira Fonte: Luan Matos/Estagiário/Agência Tocantins
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Com a aceleração da vacina, muitas pessoas voltaram a praticar esportes que vinham fazendo antes da pandemia. Um dos mais populares em Gurupi é o ciclismo, que vem voltando à sua normalidade, seja com eventos profissionais ou aqueles que fazem por diversão.

É o caso do publicitário Michael Andrade, de 38 anos, que está retornando aos poucos e está bem empolgado. Para ele, a vacinação em massa ajudou as pessoas a se sentirem mais seguras. “Com a vacina, muita gente se animou pra voltar a pedalar, eu sou um deles. Não pretendo participar de nenhum campeonato por enquanto, pedalo pela minha saúde e bem estar, além de ser um bom exercício”, disse o ciclista.

O publicitário começou no pedal há mais de um ano e disse que a maior dificuldade enfrentada no período foi “a falta de amigos pra pedalar em grupo, já que muita gente ficou com receio de sair durante a pandemia”.

O vendedor Kleber Alves é mais um ciclista que voltou recentemente a pedalar com amigos. Ele pratica o esporte há quatro anos e não vê a hora de participar de campeonatos da modalidade. “Nosso grupo voltou desde o dia 10 de janeiro e estamos bem ansiosos para o retorno das competições. Ficar todo esse tempo parado foi duro, mais isso não desanimou a gente”, relata Kleber, que está se preparando fortemente para participar de uma competição de ciclismo em Florianópolis e está bem focado para dar o seu melhor no torneio.

A pandemia despertou simpatizantes para as pedaladas espalhados por todo o Brasil, mesmo aqueles que não conheciam ou não se interessavam pelo esporte. Esse foi o caso da esteticista Tatiane Leme, que começou em abril deste ano. “Eu estava muito sedentária, então uma amiga me chamou pra pedalar com ela e, desde então, eu não parei mais”, disse Tatiane, que pretende manter o esporte apenas como um exercício do cotidiano.

 

 

 

(De Luan Matos, Acadêmico de Jornalismo UnirG em estágio supervisionado pelo jornalista Alessandro Ferreira – DRT 999/TO)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.