Thursday, 16 de September de 2021
29°

Poucas nuvens

Palmas - TO

Brasil PORTO ALEGRE RS

Morre em Porto Alegre – RS, aos 84 anos a freira Irmã Silvana, símbolo de luta social em Divinópolis nos anos 80 e 90

Nos últimos tempos, a saúde da idosa tinha se fragilizado. Silvana foi internada, porém a infecção se agravou chegando a outros órgãos, e a levando a óbito.

13/09/2021 às 01h08
Por: Edson Gilmar Fonte: Edsom Gilmar
Compartilhe:
Irmã Silvana tinha 84 anos e atuou em Divinópolis nas décadas de 80 e 90 - Foto: Divulgação
Irmã Silvana tinha 84 anos e atuou em Divinópolis nas décadas de 80 e 90 - Foto: Divulgação

Morreu neste sábado (11), a freira Irmã Maria Silvana (nome religioso), aos 84 anos de idade, no Hospital Ernesto Dornelles, em Porto Alegre – RS. De acordo com informações repassadas a nossa reportagem, a religiosa sofria de infecção bacteriana.

Nos últimos tempos, a saúde da idosa tinha se fragilizado. Silvana foi  internada, porém a infecção se agravou chegando a outros órgãos, e a levando a óbito.

Histórico

Natural de Passo Fundo – RS, Ignês Luiza Lovatto (nome civil), nasceu no dia 02 agosto de 1937, filha do casal de agricultores Luiz Lovatto e Maria Sbalquero, deixou um extenso legado de defesa das famílias em situação de vulnerabilidade social.

A membro da família Lovatto, entrou para missão religiosa em 1957. Já em 1972, formou – se em enfermagem. Determinada a cumprir o seu papel social, em 02 de fevereiro de 1982, a líder religiosa chega ao então povoado do Gancho, município de Miracema do Norte – GO, que 07 anos depois se tornaria a cidade de Divinópolis do Tocantins, com o advento da elevação do então norte de Goiás, ao Estado do Tocantins.

Em Divinópolis, Irmã Silvana contribuiu decisivamente para melhorar a qualidade de vida de famílias que viviam abaixo da linha de pobreza, em um tempo que o povoado sofria com a pobreza, a miséria e a desigualdade social. Em época que o país sofria com o dragão, da inflação galopante.

Além de assistência aos menos favorecidos, Silvana atuou na implantação de Posto de Saúde, no então povoado e com a criação da Pastoral da Terra, lavoura e Horta Comunitária que alimentava famílias carentes.  Ignes Lovatto, era titular da cadeira número 03 da Academia de Letras de Divinópolis - TO. Ela permaneceu em Divinópolis até 1992. Em 2006 foi condecorada em Santa Rosa do Tocantins, como “Personalidade Destaque”, pelos serviços prestados naquele município.

A academia de Letra e a prefeitura de Divinópolis do Tocantins divulgaram nota de pesar pelo falecimento da idosa. Com a saúde debilitada, Ignes Lovatto retornou para o Rio Grande do Sul (RS), em 2018, após 36 anos atuando no Tocantins. Irmã Silvana foi sepultada neste Domingo (12), no Cemitério Conventual, em Canoas – RS.

Nota de Pesar da Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Divinópolis

Homenagem da Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Divinópolis do Tocantins a nossa querida Irmã Maria Silvana.

“É com o coração cheio de pesar que nos despedimos de nossa querida Irmã Maria Silvana, pessoa que junto com outras Irmãs de Notre Dame foram guias para nossa Paróquia no início de 1982 até 2004. Hoje você não mais habita no meio de nós, mas será sempre lembrada como uma pessoa que dedicou sua vida pelo Reino de Deus. Recordamos sempre seu jeito simples de inspirar todos ao seu redor. Seu legado de fé, de amor, de amizade e dedicação pela Pastoral da Criança salvou muitas crianças!! Seu incentivo às mães para o aleitamento materno foi marco para as famílias que conviveram com esta mulher. A medicina alternativa colaborou para que nossas crianças tivessem melhor qualidade de vida! Iremos recordar sempre seu olhar, seus gestos e palavras Divina que compartilhava com quem mais precisava. Irmã Maria Silvana serviu o mundo através do exemplo de Nossa Senhora e de Nosso Senhor Jesus Cristo. Lá do Céu continue olhando por nós como sempre fez em vida!!!”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.