Saturday, 23 de October de 2021
30°

Muitas nuvens

Palmas - TO

Internacional RÚSSIA

Ataque a tiros deixa feridos e oito mortos em universidade da Rússia

Suspeito foi detido e identificado como estudante; ele já teria postado foto segurando rifle nas redes sociais

21/09/2021 às 00h09
Por: Edson Gilmar Fonte: IG
Compartilhe:
Atirador deixa mortos e feridos em ataque na Rússia – Foto: Reprodução/redes sociais
Atirador deixa mortos e feridos em ataque na Rússia – Foto: Reprodução/redes sociais

Nesta segunda-feira (20), um  ataque a tiros em uma universidade na cidade de Perm, na Rússia, deixou ao menos oito mortos e vários outros feridos, informou o comitê de investigação estadual.

Um suspeito entrou no campus da Universidade Estadual de Perm "com uma arma ofensiva" e atirou contra os estudantes na manhã de hoje. Alunos e professores se trancaram nas salas de aula durante o ataque, segundo a agência estatal RIA Novosti.

Nas redes sociais, vídeos mostram pessoas pulando das janelas do primeiro andar do prédio para escapar do suspeito. "Havia cerca de 60 pessoas na sala de aula. Fechamos a porta e a bloqueamos com cadeiras", disse o estudante Semyon Karyakin à agência  Reuters .

Os dados exatos das pessoas mortas e feridas no atentado ainda estão sendo esclarecidos e uma investigação criminal de assassinato foi aberta.

Um suspeito foi ferido e preso após resistir aos policiais, informou o comitê. Ele foi identificado como estudante de 18 anos, mas ainda não se sabe se ele era aluno na universidade. Em seu perfil nas redes sociais, o jovem já teria postado fotos com rifle, capacete e munição.

Um suspeito foi ferido e preso após resistir aos policiais, informou o comitê. Ele foi identificado como estudante de 18 anos, mas ainda não se sabe se ele era aluno na universidade. Em seu perfil nas redes sociais, o jovem já teria postado fotos com rifle, capacete e munição.

"Eu pensei sobre isso por muito tempo, já se passaram anos e percebi que havia chegado a hora de fazer o que eu sonhava", escreveu o suspeito em uma conta atribuída a ele, mas que foi deletada depois. Na publicação, ele também afirmou que o atentado não foi motivado por política ou religião, mas pelo ódio.

— Com informações da agência Reuters e da CNN Brasil

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.