AGRONEGÓCIO

Banco da Amazônia firma parceria com Seagro para evento sobre tilápia na Agrotins 2019

O evento está programado para acontecer em 09 de maio, na Agrotins 2019 e tem como objetivo geral apresentar a cadeia produtiva da tilápia no mundo.

12/03/2019 00h51
Por: Alessandro Ferreira
139
Representantes de instituições parceiras do setor da piscicultura se reuniram para debater o evento
Representantes de instituições parceiras do setor da piscicultura se reuniram para debater o evento "Tilapiatins" que acontece na Agrotins 2019 em maio". - Foto: Divulgação

Foi firmado na manhã desta segunda-feira 11, acordo para favorecer a produção da tilápia no estado do Tocantins. O acordo foi feito entre Banco da Amazônia e Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) do estado e contou com a presença de representantes de instituições parceiras do setor da piscicultura. A reunião para selar a parceria ocorreu na sede da Seagro, em Palmas, com o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), César Halum e demais representantes de instituições parceiras do setor da piscicultura, para discutir o "Tilapiatins". O evento está programado para acontecer em 09 de maio, na Agrotins 2019 e tem como objetivo geral apresentar a cadeia produtiva da tilápia no mundo.

De acordo com o superintendente Marivaldo Melo, o Banco avaliou a oportunidade de incentivar a cadeia da tilápia no Tocantins. "Tanto do ponto de vista econômico quanto do ambiental e social, vamos divulgar a cadeia da tilápia na Agrotins 2019, por meio de palestras sobre as linhas de crédito que temos disponíveis e incentivar os produtores a investirem nessa cadeia produtiva", declarou o superintendente.

O secretário da Seagro, César Halum, agradeceu a presença dos parceiros na reunião e explicou que o convite aos parceiros foi feito com o objetivo principal de pedir sugestões para aperfeiçoamento do evento e o empenho de todos. "Ninguém consegue fazer um grande projeto sozinho. Queremos a participação de todos os parceiros desde o inicio do projeto", pediu.

Os representantes das instituições presentes colocaram suas sugestões oferecendo parceira para ajudar na resolução dos problemas, tais como liberação de recursos, agilidade e rapidez na liberação de licenciamentos, entre outros, além da opinião de cada instituição presente sobre o que precisa ser feito pelo governo para atrair investidores do setor, a exemplos do apoio com assistência técnica aos pequenos produtores, melhoria da logística, diversificação da produção  e garantia e valorização na produção das espécies nativas da bacia amazônica.

Autorização do Coema

Os membros do Coema aprovaram, no dia 5 de dezembro, o licenciamento ambiental para o cultivo de peixes exóticos também em sistemas de tanques-rede em reservatórios da Bacia Hidrográfica do Rio Tocantins no Estado.

"A tilápia é a cadeia mais consolidada no mercado nacional, tendo um pacote tecnológico, desde a produção de alevinos até a sua comercialização. E aqui, no Tocantins, temos um amplo potencial de produção de pescado nos nossos reservatórios, tanto federais quanto estaduais", explicou o gerente de Pesca da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Thiago Tardivo.

O gerente destacou que com o licenciamento desta atividade os empresários possuem a segurança jurídica para investir no Estado. "Com isso teremos a geração de emprego e renda e mais impostos sendo gerados, fortalecendo assim a nossa economia", frisou.

No Tocantins, após a conclusão dos trâmites, o Naturatins será o órgão responsável para emitir o licenciamento de projetos de cultivo da tilápia e a ideia é iniciar no Lago da Usina Hidroelétrica Luís Eduardo Magalhães (Lajeado). No estado, atualmente, a tilápia é cultivada em tanques escavados.

"Vamos começar um ciclo no qual o empresário possa retirar a sua licença, expandir seus negócios, dentro do que rege a legislação ambiental", destacou Thiago Tardivo.

Tilápia

A Tilápia é o tipo de peixe mais produzido no Brasil. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do ano de 2017, mostram que a espécie de peixe responde por 58,4% do total da piscicultura nacional.

 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do Agência Tocantins no (63) 9 8500-8112

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
PalmasPalmas - TO Notícias de Palmas
Palmas - TO
Atualizado às 02h32
24°
Alguma nebulosidade Máxima: 34° - Mínima: 23°
24°

Sensação

7 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
Municípios
Últimas notícias
BANNER NOVO NÚMERO ZAP
Mais lidas