Sunday, 28 de November de 2021
30°

Poucas nuvens

Palmas - TO

Saúde DEBATE SAÚDE

Roda de conversa em alusão ao Novembro Azul reúne policiais civis no debate sobre a saúde do Homem

Durante o evento foram discutidas a perspectiva da saúde integral do homem, ampliando o foco para além do câncer de próstata.

24/11/2021 às 15h50
Por: Alessandro Ferreira Fonte: SECOM/SSP-TO
Compartilhe:
O evento aconteceu no auditório da Cidade da Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira, 24 - Foto: Dicom SSPTO
O evento aconteceu no auditório da Cidade da Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira, 24 - Foto: Dicom SSPTO

Com o objetivo de desconstruir barreiras e incentivar o homem a se cuidar e inserir o debate acerca da saúde da população masculina é que a Superintendência de Polícia Científica, por meio da Secretaria da Segurança Pública do Tocantins, promoveu uma roda de conversa em alusão ao Novembro Azul. O evento aconteceu no auditório da Cidade da Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira, 24, para fechar as ações de conscientização no mês de prevenção ao câncer de próstata.

Entre os convidados para as palestras estiveram o médico  urologista e médico legista do Instituto Médico Legal (IML) Palmas, Mário Sérgio de Marco,  a chefe do Núcleo de Psiquiatria e Psicossocial do IML psicóloga especialista em psicologia clínica comportamental, Marina Komka e o educador físico e atleta, Gustavo Borges.

Durante o evento foram discutidas a perspectiva da saúde integral do homem, ampliando o foco para além do câncer de próstata. De acordo com o médico urologista, os cuidados com a saúde masculina são inúmeros e quanto mais avançada a faixa etária, fatores de riscos como pressão arterial, diabetes entre outros devem ser observados e o tratamento realizado de forma precoce. “A doença que mais chama a atenção no Novembro Azul é o câncer de próstata, mas o mais comum  e que mais mata o homem em números absolutos, são doenças que podem ser evitadas com a prevenção e os diagnósticos precoces”, observou.

O especialista também fez um alerta que algumas condições devem ser observadas: “Os homens devem procurar o urologista a partir dos 45 anos de idade, quando há fatores de risco, como histórico na família ou pessoas afrodescendentes e, aos 50 anos, quando não há nenhuma dessas razões. Com o diagnóstico precoce é possível  obter a cura da maioria dos pacientes”, explica Mário Sérgio.

A psicóloga levantou questões relacionadas à saúde mental e lembrou que os homens precisam de um momento para se cuidar. “Os homens carregam  uma carga muito grande principalmente quando são policiais e se tem aquela ideia de que o policial  não pode demonstrar fraqueza e sentir dor. Essas barreiras precisam ser quebradas para que os homens possam ser tratados de acordo com suas necessidades”, ressaltou.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) devem ser registrados cerca de 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano, entre 2020 e 2022. Para a Superintendente de Polícia Científica, Aldenes Bezerra, "a valorização dos policiais é o objetivo do evento e ainda levar a reflexão sobre cuidados com a saúde física e   mental dos homens", ressaltou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Palmas - TO Atualizado às 18h04 - Fonte: ClimaTempo
30°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 32°

Mon 31°C 23°C
Tue 30°C 24°C
Wed 30°C 23°C
Thu 31°C 22°C
Fri 31°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete