21°C 30°C
Palmas, TO

Polícia Civil estoura “boca de fumo” e prende três por tráfico em Arapoema

Além das três prisões, os policiais civis também apreenderam drogas e demais insumos do tráfico.

01/02/2022 às 19h11
Por: Redação Fonte: Redação | Agência Tocantins
Compartilhe:
Os suspeitos foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas durante ação da Polícia Civil em Arapoema – Foto: Divulgação / SSPTO
Os suspeitos foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas durante ação da Polícia Civil em Arapoema – Foto: Divulgação / SSPTO

Uma ação da Polícia Civil deflagrada na tarde desta segunda-feira (31), em Arapoema, na região norte do estado, resultou na prisão de três pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas e na apreensão de porções da substância análoga à maconha, celulares de origem duvidosa. De acordo com informações apuradas pela reportagem da Agência Tocantins, a ocorrência foi registrada por volta das 17h.

Ainda segundo apurou a reportagem, os investigadores da 38ª delegacia comandados pelo delegado Marco Aurélio Barbosa Limas, desarticularam um ponto de tráfico de drogas no município. Na ocasião, os policiais também efetuaram as prisões de três homens de 18, 19 e 22 anos pelo crime de tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Marco Aurélio, as investigações, apontaram que um lugar conhecido como bar do vô estava sendo utilizado como “Boca de Fumo” local usado para a comercialização de substâncias entorpecentes, sobretudo, maconha. “Conseguimos constatar que um indivíduo de Colinas, vinha constantemente a Arapoema para abastecer a “boca de fumo”, sendo que dois moradores locais ficavam encarregados de vender o entorpecente”, disse o delegado.

Durante as buscas, os investigadores encontraram 14 porções de maconha, enroladas em plástico foram apreendidas, além de uma moto, três celulares e mais um pedaço grande da mesma droga também foram apreendidos.

Continua após a publicidade
Anúncio

Diante dos fatos, os três homens foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Colinas do Tocantins, onde foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Após a realização das providências legais cabíveis, os três indivíduos foram colocados à disposição do poder judiciário na Unidade Penal da Cidade.

Compromisso da Polícia Civil do Tocantins

Para o delegado Marco Aurélio, a ação demonstra mais uma vez o comprometimento da Polícia Civil do Tocantins em combater à criminalidade e reduzir ao máximo a prática de comercialização de entorpecentes.

“O fechamento do ponto de venda de drogas e as prisões dos três suspeitos trazem mais tranquilidade à população de Arapoema, visto que a venda de drogas estava ocorrendo rotineiramente no bar, e estava causando transtornos para famílias de usuários que viam seus filhos entrarem no mundo das drogas. Além disso, o ato ilícito também trazia insegurança para a comunidade em geral, uma vez que o tráfico é a porta de entrada para a prática de outros crimes, tais como furtos, roubos e até mesmo homicídios”, explicou a autoridade policial.

Se forem condenados pelo crime de tráfico de drogas, os três homens podem pegar uma pena que pode variar entre cinco a 15 anos de prisão.

Drogas e demais insumos apreendidos pela Polícia Civil em Arapoema – Foto: Divulgação / SSPTO
Drogas e demais insumos apreendidos pela Polícia Civil em Arapoema – Foto: Divulgação / SSPTO

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sem foto
Sobre o município
Notícias de Arapoema - TO
Ver notícias
Palmas, TO
26°
Parcialmente nublado

Mín. 21° Máx. 30°

28° Sensação
1.54km/h Vento
78% Umidade
91% (10.7mm) Chance de chuva
06h16 Nascer do sol
06h37 Pôr do sol
Seg 31° 22°
Ter 32° 22°
Qua 28° 22°
Qui 31° 22°
Sex ° °
Atualizado às 22h15
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,00 0,00%
Euro
R$ 5,41 +0,13%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,59%
Bitcoin
R$ 273,425,45 +1,20%
Ibovespa
129,418,73 pts -0.63%
Publicidade