FLORESCER

O Magnetismo da Alma

Sobre a Capacidade de Surpreender

Ismeni Moura - Espaço Reflexão com

Ismeni Moura - Espaço Reflexão com Tudo sobre o espaço reflexão em um só lugar!

15/05/2019 12h41Atualizado há 2 meses
Por: Ismeni Lima de Moura
Fonte: Ismeni Moura / Espaço Reflexão
1.056

Nada é mais atraente do que florescer, nada mais inebriador do que o perfume que exala de uma alma que floresce.  Não é a curva do corpo, nem os traços faciais que suprem a necessidade de respostas, isso agrada  os olhos e as nossas vaidades,  no entanto, o eu interior sempre anseia por mais, ainda que na inconsciência. Haverá sempre um grito por uma beleza superior, que está além dos olhos físicos, mas ao alcance dos sussurros secretos da alma.  Pessoas que florescem são como respostas às nossas mais profundas, antagônicas e complexas inquietações.

Quando estamos diante de alguém florescendo, é impossível resistir a seu magnetismo e encanto, ainda que não compreendido pela razão. Todos os detalhes e conceitos se tornam pequenos diante da sua grandeza. Rendemo-nos à superioridade do seu ser, que nos envolve e atrai com suas cores, nuances  e luz, que estão acima do efêmero e transitório, mas no eterno e profundo da essência do ser em sua completude: corpo, alma e espírito.

Mas, o que é florescer? Eu responderia: fazer brotar, cobrir de flores. No entanto, quando é primavera, já se espera por elas; surge então, a grata resposta da expectativa. Mas, uma flor em meio a deserto, é surreal, pois a esperança enfraquece em condições improváveis. É a vida que se revela no lugar da morte. É a gratidão em meio ao pouco, a força diante da fraqueza, o perdão diante da ofensa, o amor diante do ódio. Deserto é a ponte que transporta os sábios para seus rios interiores; quando tudo se faz trevas, eles se tornam luz, quando é o fim, eles se tornam recomeço, quando é sequidão eles surpreendem silenciosamente florescendo e sem palavras nos ganham completamente.

 Quem floresce aprendeu a ouvir os apelos da alma e é capaz de ouvir uma canção no silêncio. Quem floresce no deserto, aprendeu a não ter pressa e consegue ler os olhos de quem já não consegue falar.  Quem floresce, sabe que pode surgir   vida nos lugares improváveis pela incrédula racionalidade.

O solo árido é um ótimo ambiente para formar “plantas” fortes e resistentes aos temporais da vida.  Cientistas israelenses descobriram que a ruibarbo do deserto   floresce utilizando suas próprias folhas para irrigar a si mesmo e sobreviver a um ambiente totalmente inóspito.  A natureza, nos ensinando que antes de florescermos, precisamos nos regar com todo acolhimento, cuidado, paciência, verdade, amor, valor, perdão, fé e esperança. E assim, tirarmos nossa dependência do outro e das circunstâncias. Regarmos nossos jardins interiores, fabricarmos o bálsamo da cura, cuidando dos nossos machucados e rejuvenescendo a nossa alma.

Quando tudo está escuro, cinza, morto, sem cor, sem luz e sem cheiro de vida, eis a escolha: fazer parte do cenário ou se transformar flor em meio ao deserto. Florescer quando o terreno é favorável é lindo, florescer nos terrenos improváveis é supremo.

Pessoas que florescem quando o mar está agitado, reagem com equilíbrio e serenidade, elas têm o poder de transformar a braveza do mar em beleza, oração, canção, poesia e sabedoria. Elas usam a sequidão para saciar a sede existencial, elas usam as trevas da noite fria para revelar  luz e calor,  a agitação para revelar paz e a solidão para estender mãos e braços que curam.

Pessoas que florescem não sentem medo quando todos se vão, elas aprenderam que só encontramos a segurança e as verdades mais profundas no silêncio das vozes externas e na escuta amorosa e acolhimento sincero de si mesmas.

Pessoas que florescem no deserto não dependem de sentimentos para mover- se na direção certa. Elas “fabricam” vida no solo da infertilidade, fé no solo da dúvida, maturidade no solo da incompreensão. Onde tem vida, fé e maturidade tem equilíbrio, onde tem equilíbrio, um ciclo de boas atitudes, boas sementes, bons frutos gerará uma boa colheita e no final tudo voltará para elas mesmas. Floresça!!

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Palmas - TO
Atualizado às 11h29
29°
Alguma nebulosidade Máxima: 34° - Mínima: 21°
28°

Sensação

19 km/h

Vento

33%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
CAMPANHA PRESENÇA DIGITAL WEB- 1
BANNER MARRONY
Últimas notícias
Mais lidas