Monday, 16 de May de 2022
28°

Alguma nebulosidade

Palmas - TO

Polícia PRESO EM FLAGRANTE

Adolescente é assassinado após ser sequestrado e torturado por membros de facção em Palmas

O principal suspeito do crime foi preso após os investigadores ter encontrado o carro usado no crime. O indivíduo é membro de uma facção criminosa, ele confessou o crime e levou os policiais onde o corpo estava escondido.

08/05/2022 às 01h13
Por: Nathaly Guimarães Fonte: Alessandro Ferreira | Agência Tocantins
Compartilhe:
Luciano Francisco Dutra levou os policiais ao local e revelou que os autores gravaram um vídeo do momento em que o jovem era levado ao local de sua morte – Foto: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins.
Luciano Francisco Dutra levou os policiais ao local e revelou que os autores gravaram um vídeo do momento em que o jovem era levado ao local de sua morte – Foto: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins.

Após um árduo trabalho investigativo, policiais civis lotados na 1ª Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa – 1ª DHPP de Palmas conseguiram elucidar o desaparecimento do adolescente Delbertiee Dias Alves 16 anos, morador no setor Sol Nascente que estava desaparecido desde a última semana.

De acordo com informações apuradas pela reportagem da Agência Tocantins, o menor foi sequestrado por membros de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios no estado. Ainda segundo apurou a reportagem, antes de ser assassinado, o adolescente foi torturado.

O corpo do menor foi localizado no final da tarde desta sexta-feira (06), em uma área de mata de difícil acesso nas proximidades do morro do limpão ponto turístico no entorno da capital.

Um dos envolvidos no crime foi preso pelos investigadores da 1ª DHPP de Palmas. O homem identificado como Luciano Francisco Dutra 31 anos, foi levado para a 1ª Central de Atendimento da Polícia Civil, ao ser interrogado pelo delegado José Inácio da Silva, Luciano Dutra optou por ficar em silêncio, ele levou os policiais ao local e revelou que os autores gravaram um vídeo do momento em que o jovem era levado ao local de sua morte.

Segundo o Boletim de Ocorrência 39.279/2022, três pessoas de uma facção criminosa mataram o jovem a tiros por ser de uma facção rival, uma delas identificada como "japonês". Luciano confessou ter usado o próprio carro para jogar o corpo da vítima em um barranco.

O cadáver já estava em estado avançado de decomposição, o local foi periciado e o corpo foi levado para a sede do Instituto Médico Legal – IML pelo rabecão da Polícia Civil.

Após prestar depoimento o suspeito foi colocado à disposição do poder judiciário na carceragem da Unidade Penal Regional de Palmas – UPRP.

Luciano Francisco Dutra 31 anos, foi levado para a 1ª Central de Atendimento da Polícia Civil, e em seguida foi colocado à disposição da justiça na Unidade Penal de Palmas – Foto: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins
Luciano Francisco Dutra 31 anos, foi levado para a 1ª Central de Atendimento da Polícia Civil, e em seguida foi colocado à disposição da justiça na Unidade Penal de Palmas – Foto: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.