OUTUBRO ROSA - ASSEMBLEIA DO TOCANTINS
CONDENADO E FORAGIDO

Homem é condenado a 43 anos de prisão pela morte da ex-mulher no Tocantins

Crimes aconteceram porque homem estaria inconformado com o fim do relacionamento. Homem fugiu após os crimes e foi condenado mesmo sem comparecer nas audiências.

11/07/2019 22h56
Por: Alessandro Ferreira
Fonte: Redação / Agência Tocantins
1.872
Edmílson Honório Machado, condenado a 43 anos de prisão por homicídio – Foto: Reprodução/Agência Tocantins
Edmílson Honório Machado, condenado a 43 anos de prisão por homicídio – Foto: Reprodução/Agência Tocantins

O reú Edmílson Honório Machado foi condenado a 43 anos de prisão pelo assassinato da ex-companheira Ângela Aparecida Quirino da Fonseca e por tentar matar uma amiga da vítima. Os crimes aconteceram em 2015 porque Edmilson estaria inconformado com o fim do relacionamento.

A sessão do Tribunal do Júri foi realizada na quarta-feira, 10, em Paranã, à revelia, pois o réu encontra-se foragido deste a data do ocorrido. Edmílson foi condenado à pena de 43 anos de reclusão em regime inicialmente fechado.

O crime aconteceu em maio de 2015, quando Edmílson abordou a vítima, que trafegava de moto pela BR-010 na companhia da amiga. Segundo consta no inquérito policial, o acusado, indignado pelo fim do relacionamento, disparou quatro tiros de arma de fogo contra as duas vítimas, levando Ângela à morte e ferindo a mão esquerda da segunda pessoa.

Durante a sessão do Tribunal do Júri, os promotores de Justiça Janete Intigar e Vilmar Ferreira de Oliveira sustentaram que, em relação a Ângela, o réu matou por motivo fútil, utilizou meio que impossibilitou a defesa da vítima e agiu contra mulher em razão da condição do sexo feminino (feminicídio). Contra Neiva Bispo, pesou a acusação de tentativa de homicídio com a qualificadora de meio de dificultou a defesa da vítima.

Edimilson segue foragido, o poder judiciário do Estado do Tocantins já expediu um mandado de prisão em desfavor do condenado que segue sendo procurado pela justiça.

Familiares das vítimas pedem ajuda a população que se alguém souber do de alguma informação que leve ao paradeiro de Edmilson, denuncie a Polícia Civil ou a Polícia Militar através dos telefones 197 da Polícia Civil e 190 da Polícia Militar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Palmas - TO
Atualizado às 02h02
26°
Poucas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 23°
28°

Sensação

6 km/h

Vento

79%

Umidade

Fonte: Climatempo
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
Anúncio
Municípios
CAMPANHA PRESENÇA DIGITAL - OUTUBRO
Últimas notícias
Mais lidas