Saturday, 02 de July de 2022
29°

Alguma nebulosidade

Palmas - TO

Polícia AÇÃO CONJUNTA

Polícia Civil do Tocantins atua na resolução de feminicídio praticado no Estado de Goiás

Apoio de papiloscopistas e peritos tocantinenses foi de fundamental importância para esclarecer o crime.

16/06/2022 às 06h58
Por: Alessandro Ferreira Fonte: DICOM/SSPTO
Compartilhe:
Foto: DICOM/SSP-TO
Foto: DICOM/SSP-TO

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por intermédio do Instituto de Identificação, órgão vinculado à Superintendência de Polícia Científica, teve participação em perícia de veículo, supostamente utilizado na prática de homicídio triplamente qualificado, ocorrido na cidade de Aparecida de Goiânia no último mês de maio.

A equipe plantonista do Núcleo Regional de Papiloscopia de Dianópolis e do Núcleo Seccional de Perícia Criminal de Arraias foi acionada pela autoridade policial goiana, responsável pela investigação, no dia 16 de maio a fim de periciar um veículo encontrado na zona rural do município de Paranã, no sul do estado.

No local, o papiloscopista coletou as impressões papilares no interior e no exterior do veículo periciado. Após os trabalhos de melhoramento de imagens e confronto papiloscópico, com o apoio de papiloscopistas do Instituto de Identificação, foi possível determinar que os fragmentos coletados são coincidentes com as impressões digitais da vítima, L.H.P.L. e do autor do crime, J.F.B.F.

O laudo resultante foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Aparecida de Goiânia, que está à frente das investigações sobre o caso. O suposto autor foi preso pela Polícia Civil do Tocantins, no dia 15 de maio e recambiado ao Estado de Goiás, onde se encontra à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Aparecida de Goiânia. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.