Sábado, 13 de Agosto de 2022
20°

Nuvens esparsas

Palmas - TO

Polícia PRESO EM FLAGRANTE

Venezuelano acusado de atear fogo em carro de vendedor de frutas em Palmas é preso em ação rápida da PM

Após ser preso, Gustavo Gabriel Chacin Castelhano foi levado para a 1ª Central de Atendimento da Polícia Civil e após ser autuado em flagrante foi colocado à disposição da justiça.

04/08/2022 às 00h27 Atualizada em 04/08/2022 às 00h31
Por: Alessandro Ferreira Fonte: Redação / Agência Tocantins
Compartilhe:
Gustavo Gabriel Chacin Castelhano, 28 anos, negou ter cometido o crime – Foto: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins
Gustavo Gabriel Chacin Castelhano, 28 anos, negou ter cometido o crime – Foto: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins

Em resposta à sociedade palmense, policiais militares lotados da Agência Central de Inteligência – ALI do 1º BPM localizaram e prenderam em menos de 24h, o principal suspeito de incendiar o carro do vendedor de frutas Hiaggo Henrique, crime ocorrido por volta das 20h, da noite desta terça-feira, 02, no estacionamento da Avenida Teotônio Segurado, quadra 402 sul, no plano diretor da capital.  

Suspeito foi preso pela Polícia Militar (PM) e de acordo com informações apuradas pela reportagem da Agência Tocantins, a vítima fez o reconhecimento após o suspeito ter sido apresentado na 1ª Central de Atendimento da Polícia Civil – 1ª CAPC.

Na delegacia, após ter sido reconhecido pela vítima, o suspeito que é de nacionalidade venezuelana, foi autuado em flagrante e em seguida foi colocado à disposição do poder judiciário na carceragem da Unidade Penal Regional de Palmas – UPRP.

Em entrevista ao jornalista Alessandro Ferreira, o suspeito identificado como Gustavo Gabriel Chacin Castelhano, 28 anos, negou ter cometido o crime, porém, durante a entrevista, o mesmo afirmou que havia perdido a cabeça e teria feito o que não deveria.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Agência Tocantins (@agenciatocantins_oficial)

Entenda o caso

O carro de um vendedor de frutas foi incendiado na noite desta terça-feira (02) em um estacionamento da Avenida Teotônio Segurado, em Palmas. Segundo o proprietário do veículo identificado como Hiaggo, que é conhecido na cidade como Django, o suspeito teria se irritado porque o vendedor não conseguiu trocar um dinheiro no dia anterior ao ataque. Além de ameaça-lo, o suspeito teria feito diversas ofensas racistas, segundo a vítima.

O carro foi incendiado por volta das 20h. O desentendimento teria começado na segunda-feira (1º), quando o agressor teria pedido para trocar um dinheiro e o vendedor disse que não tinha. Por causa disso, o homem começou a fazer xingamentos racistas contra o vendedor ambulante, situação que foi presenciada por comerciantes do mesmo bolsão de estacionamento. Ele ainda chegou a dizer que incendiaria o carro utilizado para venda das frutas.

Imagens de câmeras de segurança instaladas em comércios próximos ao local em que o veículo estava estacionado mostram o exato momento que o suspeito incendeia o carro e em seguida deixa o local. As imagens ajudaram os militares da Agência Local de Inteligência – ALI do 1º Batalhão a identificar o suspeito.

Situação em que ficou o carro após o incêndio — Foto: Igor Rosa/TV Anhanguera
Situação em que ficou o carro após o incêndio — Foto: Igor Rosa/TV Anhanguera

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.