ELLEN_BABYEKIDS
ESQUEMA DE PROPINA

Escândalo: Suposto esquema de propina no Plansaude vem à tona; Áudio

Além de Quaresmim o médico também cita Franklin Douglas e o diretor do Plansaúde, Inejaim José Brito, como os responsáveis pela operacionalização do possível esquema fraudulento.

18/08/2019 08h52Atualizado há 1 mês
Por:
Fonte: Redação Agência Tocantins
40.571
Imagem Ilustrativa - Divulgação/Agência Tocantins
Imagem Ilustrativa - Divulgação/Agência Tocantins

Em um áudio que circula nas redes sociais, um médico que é sócio do Hospital Osvaldo Cruz em Palmas, expõe em detalhes como funciona um possível esquema fraudulento de corrupção com pagamento de propina envolvendo o Governo do Estado e o Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins – Plansaúde.

Na gravação, o médico denuncia a cobrança de 23% dos valores pagos pelo Governo do Estado como pagamento de propina à Diretores do Plansaúde, que segundo ele, o pagamento seria para que os hospitais continuassem atendendo aos beneficiários do Plansaúde.

O áudio é uma gravação de uma ligação telefônica entre o médico Luciano de Castro Teixeira, coordenador do Pronto Atendimento do Hospital Oswaldo Cruz e um dono de site de notícias de Palmas, conhecido como Guimarães.

A denúncia veio à tona um dia após a Direção do Hospital Oswaldo Cruz informar que irá encerrar na próxima segunda-feira, 19, o atendimento aos usuários do Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins.

Em um trecho do diálogo, o médico Luciano de Castro cita os nomes de Claudinei Aparecido Quaresemin, que é sobrinho do governador Mauro Carlesse – DEM, Franklin Douglas e o diretor do Plansaúde, Inejaim José Brito, como os responsáveis pela cobrança da propina e a operacionalização do possível esquema fraudulento.

Ainda segundo o médico, já existe uma denúncia formal sobre a fraude dentro do Sistema de Saúde do Tocantins na Polícia Civil.  No diálogo, Luciano de Castro diz que o novo edital que será lançado na próxima segunda-feira (19), pelo Governo do Estado, vai privilegiar hospitais construídos recentemente e que isso seria mais uma manobra para direcionar e beneficiar as empresas que fazem parte do esquema criminoso de propina.

Ainda durante os diálogos, o médico cita várias empresas e empresários de Palmas que segundo ele fazem parte do esquema criminoso, Exata Copiadora, Gráfica WR, Color Print, Prime, pessoas do Grupo Jorima ligados a Senadora Kátia Abreu e o empresário Neymar Cabral.

Ainda no áudio, o médico afirma o envolvimento de um parlamentar estadual envolvido no esquema de propinas.

Outro lado

A reportagem do site tentou contato com as demais pessoas e empresas citadas no áudio, mas até a publicação dessa matéria nossas ligações não haviam sido atendidas.

 

O site Agência Tocantins é a maior referência em jornalismo no Tocantins, com conteúdos diários para quem precisa estar sempre bem-informados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
CAMPANHA - PRESENÇA DIGITAL AGOSTO
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas