OUTUBRO ROSA - ASSEMBLEIA DO TOCANTINS
PARALIZAÇÃO

Sem acordo, Hospitais e clínicas suspende atendimento ao Plansaúde em todo o Tocantins a partir de 22 de outubro

Atrasos frequentes têm causado desequilíbrio econômico-financeiro nas empresas, impossibilitando o pagamento de fornecedores e trabalhadores.

12/10/2019 16h49
Por: Alessandro Ferreira
Fonte: AF Notícias
592
Prestadores de serviços reclamam dos atrasos frequentes / Foto: Divulgação
Prestadores de serviços reclamam dos atrasos frequentes / Foto: Divulgação

O Sindicato dos Estabelecimentos de Serviço de Saúde do Estado do Tocantins (Sindessto) participou na tarde desta sexta-feira (11) de uma reunião com representantes do Plansaúde e do Governo do Estado para discutir os valores em atraso, tabelas de honorários e o edital publicado sobre as novas definições do plano.

Ainda nesta semana, o sindicato decidiu que os prestadores de serviço irão suspender o atendimento aos beneficiários do Plansaúde novamente no próximo dia 22. A decisão foi tomada em assembleia geral realizada na última segunda-feira (7) por causa de atrasos sistemáticos e por falta de alinhamento no pagamento para todos os prestadores das faturas mensais que inviabilizam o funcionamento normal dos estabelecimentos.

Conforme a presidente do Sindessto, Maria Lucia Machado de Castro, a entidade disse que não concorda com o novo credenciamento do Plansaúde por causa das regras e das tabelas de valores definidas pelo Estado que não são claras. Com isso, o Sindesto oficializou o plano sobre uma possível suspensão em todos os hospitais, clínicas e laboratórios credenciados.

“A partir da nossa reivindicação, o pagamento deve ser feito cronologicamente para todos os prestadores. Tem prestador que recebeu a fatura referente ao mês 5 e outros receberem a referência do mês 2. Então não há uma organização nesses pagamentos. Queremos a equiparação dos pagamentos e a negociação dos valores em atraso, porque estamos no mês 10 e o máximo que pagaram foi o mês 5. Além das glosas que nunca foram pagas desde 2015, a pactuação da tabela de valores e honorários desse edital também não concordamos”, disse.

Mesmo com a reunião, o Sindessto afirmou que as reivindicações não foram atendidas. “Aguardamos a resposta formalizada e homologada na Ação Civil Pública em curso de todos os tópicos que questionamos na reunião e mantemos o posicionamento da paralisação no dia 22 de outubro”.

Conforme o sindicato, os atrasos frequentes têm causado desequilíbrio econômico-financeiro nas empresas, impossibilitando o pagamento de fornecedores e trabalhadores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Palmas - TO
Atualizado às 05h48
23°
Poucas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 23°
23°

Sensação

6 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
BANNER ANUNCIE AQUI
Municípios
BANNER ANUNCIE AQUI 2
Últimas notícias
BANNER ANUNCIE AQUI 3
Mais lidas
CAMPANHA PRESENÇA DIGITAL - OUTUBRO
BANNER AVECOM