PUBLICIDADE ASSEMBLEIA NOVEMBRO AZUL 2019
LACEM PALMAS

Lacen oferta capacitação em Diagnóstico Laboratorial de Tuberculose e Hanseníase

A capacitação está sendo ofertada aos profissionais dos laboratórios que compõem a Rede Estadual.

16/10/2019 00h25
Por: Alessandro Ferreira
151
O Tocantins é um Estado endêmico, principalmente para hanseníase – Foto: Nielcem Fernandes/Governo do Tocantins
O Tocantins é um Estado endêmico, principalmente para hanseníase – Foto: Nielcem Fernandes/Governo do Tocantins

O Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Tocantins (Lacen/TO), por meio da Gerência Técnica e Coordenação da Rede e Gestão da Qualidade Laboratorial, está realizando no período de 14 a 18, em Palmas, Capacitação em Diagnóstico Laboratorial de Tuberculose e Hanseníase, que tem como objetivo treinar e  atualizar os profissionais envolvidos no diagnóstico desses agravos.

A capacitação está sendo ofertada aos profissionais dos laboratórios que compõem a Rede Estadual. Para este ciclo foram convidados os prestadores de serviços dos municípios de Araguacema, Divinópolis, Palmas, Porto Nacional, Tocantínia e Tocantinópolis.

A coordenadora da rede laboratorial da gestão de qualidade, Andreia Maria dos Santos, explica que a rede estadual de laboratórios coordenado pelo Lacen, é responsável pela qualificação de todos os profissionais que atuam no diagnóstico da Tuberculose, Hanseníase, Malária e doença de Chagas. “A cada semestre nós oferecemos esse treinamento com o objetivo de alinhar o diagnóstico, corrigir algumas inconformidades que são identificadas nas avaliações diárias. Além disso, temos o trabalho da assessoria técnica, quando os profissionais fazem vistorias técnica in loco nos laboratórios. Nosso papel enquanto rede é qualificar e apoiar tecnicamente os municípios e os laboratórios para que eles desenvolvam com qualidade esse serviço para a população.”

Paula Menezes é biomédica e trabalha no controle de qualidade de baciloscopia de tuberculose e hanseníase do Lacen. Ela explica que o Tocantins é um Estado endêmico, principalmente para hanseníase. “Estamos sempre entre os três primeiros no Brasil, para hanseníase, por isso essa capacitação é de fundamental importância, porque estamos preparando todo o Estado para fechar o diagnóstico com qualidade e excelência. Para isso estamos buscando estar mais próximo desses laboratórios para diagnósticos mais satisfatórios”, ressaltou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
PRESENÇA DIGITAL NOVEMBRO
Municípios
BANNER ANUNCIE AQUI 2
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
BANNER ANUNCIE AQUI
BANNER AVECOM