PUBLICIDADE ASSEMBLEIA NOVEMBRO AZUL 2019
BUSCAS ENCERRADAS

Mais dois suspeitos morrem em confronto e Polícia Militar encerra operação contra quadrilha de assalto a bancos e carros-fortes

Seis suspeitos morreram durante a operação; um PM também foi baleado e não resistiu. Operação também apreendeu um arsenal de armas de grosso calibre.

07/11/2019 09h12
Por: Alessandro Ferreira
Fonte: G1 Tocantins
408
Armas apreendidas com suspeitos após confronto — Foto: PM/Divulgação
Armas apreendidas com suspeitos após confronto — Foto: PM/Divulgação

Um novo confronto entre a polícia e suspeitos de integrar uma quadrilha de assalto a bancos e carros-fortes foi registrado na região central do estado. A Polícia Militar, que coordena uma força-tarefa com diversas polícias de três estados, informou que mais dois suspeitos foram baleados e morreram. A operação, chamada de Hórus Divisa, foi encerrada nesta quinta-feira (7) após 15 dias de buscas por criminosos.

A operação na região central do estado começou no dia 24 de outubro. Outros quatro suspeitos morreram após troca de tiro com a polícia na semana passada. Um sargento da PM, também foi baleado durante os confrontos e morreu.

Investigações da Polícia Civil apontam que os indivíduos mortos pertenceriam, em tese, a uma associação criminosa especialista em assaltos a bancos e explosões de carros-fortes em vários estados. O grupo era conhecido como 'Quadrilha dos pipocas'.

A força-tarefa montada para encontrar os suspeitos contou com cerca de 200 homens da Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, além de policiais do Pará e Goiás, que enviaram helicópteros para ajudar nas buscas, e o Ministério da Justiça.

A polícia acredita que não existam mais suspeitos escondidos na região. Os corpos dos dois últimos mortos foi recolhido pelo IML e devem ser levados para Palmas.

"Essa quadrilha é originária do Ceará, extremamente perigosa que já efetuou roubos em vários estados do Brasil. Foram presos e soltos recentemente", explicou o Major Cleiber Levy, da PM do Tocantins.

A polícia apreendeu com os suspeitos, após os confrontos, um fuzil AK 47 calibre 7,62, dois fuzis calibre 5,55, duas pistolas cal. 40, um revólver cal 38, além de 500 munições de vários calibres.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Pequizeiro - TO Notícias de Pequizeiro - TO
G&H CLEAN – SERVIÇOS DE LIMPEZA
PRESENÇA DIGITAL NOVEMBRO
Municípios
BANNER ANUNCIE AQUI 2
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
BANNER ANUNCIE AQUI
BANNER AVECOM