21°C 30°C
Palmas, TO

Governo do Tocantins encerra Rota da Pecuária em Silvanópolis comemorando resultados alcançados

Expedição percorreu 1,3 mil km visitando propriedades em seis municípios

01/07/2023 às 09h20
Por: Redação Fonte: Secom Tocantins
Compartilhe:
Edição da Rota da Pecuária contou com 254 inscritos, onde 57% eram pecuaristas, e percorreu um total de 1,3 mil km - Foto: William Teixeira/ Governo do Tocantins
Edição da Rota da Pecuária contou com 254 inscritos, onde 57% eram pecuaristas, e percorreu um total de 1,3 mil km - Foto: William Teixeira/ Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro) e parceiros, realizou o encerramento da Rota da Pecuária no município de Silvanópolis, nessa sexta-feira, 30. A Rota da Pecuária tem como objetivo apresentar as biotecnologias desenvolvidas no Estado, possibilitando aos técnicos, produtores e estudantes uma troca de conhecimento sobre os sistemas de produção apresentados.

Esta 2° edição contou com 254 inscritos, onde 57% eram pecuaristas, e percorreu um total de 1,3 mil km, abrangendo seis municípios (Miranorte, Gurupi, Cariri, Araguaçu, Peixe e Silvanópolis), no qual foram visitadas seis propriedades previamente selecionadas pela Seagro, sendo elas: Unidade Bacaba - Agrojem (Miranorte); Fazenda Bandeirante - Nelore OL (Araguaçu); Chácara Santa Rita (Cariri); SPI Agro (Gurupi); Fazenda Esplanada (Peixe) e Fazenda Encontro da Natureza (Silvanópolis).

Para o secretário da Agricultura e Pecuária, Jaime Café, o encerramento da expedição é um momento para agradecer a todos os parceiros e proprietários que abriram as porteiras das suas fazendas para receber a Rota da Pecuária. "Nós ficamos muito gratos a cada um deles que se dispuseram a mostrar o que é feito em suas propriedades, as suas tecnologias, as suas inovações e compartilhar esses ensinamentos com todos os participantes. Essa é a missão da Rota: difundir tecnologias e políticas públicas levando o conhecimento ao produtor", explicou o secretário durante sua fala no encerramento do evento.

Os participantes da 2° edição da Rota da Pecuária tiveram a oportunidade de conhecer manejos de seleção genética, estratégias nutricionais, projetos e gestões de confinamentos e compostagem em pequenas e grandes propriedades nas regiões central e sul do Estado.

Continua após a publicidade
Anúncio

O engenheiro agrônomo Raimundo Filho Freire de Brito, que faz doutorado na Universidade Federal do Norte do Tocantins, em Araguaína, mostrou-se satisfeito em participar da Rota da Pecuária, uma vez que teve a oportunidade de apresentar seu projeto de pesquisa que envolve um estudo no sistema de integração de lavoura e pecuária. "Quando nós abordamos alguns produtores expondo os resultados da pesquisa, os olhos deles brilhavam porque é uma solução tecnológica para um problema existente e que eles não sabiam como enfrentar, como, por exemplo, a recuperação de pastagem degradada que todo pecuarista tem esse problema, e nós mostramos uma solução para isso com a nossa pesquisa. E por isso foi muito interessante a Rota da Pecuária nos permitir trazer algo que é produzido na academia e apresentar com uma linguagem muito simples de que o produtor consegue aplicar. Foi extremamente positivo", comemorou o doutorando.

O proprietário da Fazenda Encontro da Natureza, Celso Gelfi, agradeceu a passagem da Rota por sua propriedade, ressaltando a importância da parceria entre a iniciativa pública e a privada afirmando que sempre foi a favor desse momento de trocas de experiência. "Muitas vezes a gente sai daqui do Brasil em busca de tecnologias para as nossas propriedades e quando eu fui convidado para que a fazenda fizesse parte do roteiro dessa expedição organizada pela Seagro, órgão que nós temos que agradecer imensamente por estar conosco, foi um motivo de muito orgulho porque nós conseguimos mostrar, dentro dessa situação, que o nosso trabalho foi feito primeiro numa escala pequena progressiva e sustentável para que a gente chegasse até aqui. Nós estamos no início de um caminho, e ele é sustentável, então passar essa informação para pequenos e grandes agricultores e pecuaristas que querem trocar experiências é para nós motivo de muita satisfação e orgulho", ressaltou o produtor, acrescentando que a porteira da sua fazenda está aberta sempre para aqueles que querem buscar um pouco tecnologia, aprendizado e troca de ideias.

Os produtores que acompanharam a Rota da Pecuária também saíram muito satisfeitos com a experiência, pois foi um momento de não apenas aprender novas tecnologias, mas também de acompanhar o trabalho de outros produtores. " É muito importante para a região essa troca de experiência, geração de novos contatos e vivenciar o trabalho dos produtores. Eu estou saindo do evento podendo aplicar muita coisa na minha propriedade e com certeza foi uma virada de chave poder participar da Rota", finalizou o participante Douglas de Almeida Lima, proprietário da Fazenda Canto do verdão, no município de Dois Irmãos.

Parceiros

São parceiros no evento o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro); Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi); Sebrae; fazendas Nelore OL, Agrojem, Agropen (Enco), Grupo Santa Vitória; Chácara Santa Rita; Fazenda Encontro da Natureza e SPI Agro.

Governo do Tocantins encerra Rota da Pecuária em Silvanópolis comemorando resultados alcançados
Douglas de Almeida Lima, proprietário da Fazenda Canto do verdão, no município de Dois Irmãos - Jerfeson Nascimento/ Governo do Tocantins
Governo do Tocantins encerra Rota da Pecuária em Silvanópolis comemorando resultados alcançados
Proprietário da Fazenda Encontro da Natureza, Celso Gelfi, agradeceu a passagem da Rota - Jerfeson Nascimento/Governo do Tocantins
Governo do Tocantins encerra Rota da Pecuária em Silvanópolis comemorando resultados alcançados
Raimundo Filho Freire de Brito, doutorando na Universidade Federal do Norte do Tocantins, apresentou seu projeto de pesquisa - Jerfeson Nascimento/ Governo do Tocantins
Governo do Tocantins encerra Rota da Pecuária em Silvanópolis comemorando resultados alcançados
Secretário da Agricultura e Pecuária, Jaime Café, agradeceu a participação de todos no encerramento da expedição - Jerfeson Nascimento/ Governo do Tocantins
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Palmas, TO
29°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 30°

33° Sensação
4.63km/h Vento
70% Umidade
91% (10.7mm) Chance de chuva
06h16 Nascer do sol
06h37 Pôr do sol
Dom 32° 21°
Seg 31° 22°
Ter 32° 22°
Qua 28° 22°
Qui 31° 22°
Atualizado às 13h13
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,00 0,00%
Euro
R$ 5,41 +0,13%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,59%
Bitcoin
R$ 273,143,05 +1,09%
Ibovespa
129,418,73 pts -0.63%
Publicidade