21°C 30°C
Palmas, TO

Polícia Civil desvenda homicídio ocorrido em 2019 em Araguaína e indicia dois suspeitos pelo crime

Um dos autores havia sido preso há alguns meses como uma arma de fogo que pode ter sido utilizada no crime

03/11/2023 às 12h06
Por: Redação Fonte: Redação / Agência Tocantins
Compartilhe:
Crime foi investigado e desvendado pela 2ª DHPP de Araguaína –– Foto: Divulgação / Polícia Civil
Crime foi investigado e desvendado pela 2ª DHPP de Araguaína –– Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um crime de homicídio ocorrido em abril de 2019, em Araguaína, e que vitimou Osvaldo de Jesus Américo, 38 anos, foi elucidado pela Polícia Civil do Tocantins, por meio de investigações realizadas pela 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP - Araguaína).

Conforme explica o delegado Breno Eduardo Campos Alves, durante trabalho de investigação foi possível identificar dois homens, de 24 e 28 anos, que teriam sido os autores do crime contra Osvaldo, sendo que um deles foi preso por posse ilegal de arma de fogo há alguns meses. A arma em questão era do mesmo modelo da utilizada na prática do homicídio.

O crime

As investigações iniciaram na manhã do dia 20 de abril de 2019, quando um corpo com marcas de disparos de arma de fogo foi encontrado em uma das ruas do setor Araguaína Sul II, sendo posteriormente identificado como Osvaldo de Jesus Américo.

Continua após a publicidade
Anúncio

“Desde então, as equipes da 2ª DHPP passaram a investigar o caso restando apurado que, na manhã dos fatos, por volta das 6h30, os dois autores esperaram a vítima passar pela rua onde habitualmente transitava e quando apareceu, foi alvejado com um tiro à curta distância que entrou pelo pescoço e transfixou pelas costas da vítima”, disse o delegado.

Durante a investigação, os policiais civis da unidade especializada apreenderam uma arma de fogo com um dos autores, o qual foi preso em flagrante delito pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Motivação

As investigações da Polícia Civil revelaram que a dupla de autores planejou e executou o crime por acreditar que Osvaldo teria praticado um furto no setor.

O Inquérito Policial foi finalizado e os autores foram indiciados por homicídio duplamente qualificado, bem como por posse Ilegal de arma de fogo, tendo sido remetido ao Poder Judiciário, com vistas ao Ministério Público Estadual (MPTO), que decidirá se oferece denúncia em desfavor dos dois indivíduos e se eles responderão ao processo em liberdade ou presos.

Ao falar sobre o caso, o delegado Breno Eduardo Campos Alves ressaltou que o trabalho de investigação de crimes de homicídios é incansável, mesmo aqueles ocorridos em anos anteriores e que estão sendo objetos de trabalho, possibilitando esclarecimento e respostas à família e à sociedade.

“A Polícia Civil do Tocantins não tem medido esforços para esclarecer todos os crimes de homicídios tentados e consumados em Araguaína, identificando os autores e promovendo os indiciamentos dos mesmos, para que respondam perante a Justiça, na medida de suas culpabilidades”, frisou Breno Campos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sem foto
Sobre o município
Notícias de Araguaína - TO
Ver notícias
Palmas, TO
29°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 30°

33° Sensação
4.63km/h Vento
70% Umidade
91% (10.7mm) Chance de chuva
06h16 Nascer do sol
06h37 Pôr do sol
Dom 32° 21°
Seg 31° 22°
Ter 32° 22°
Qua 28° 22°
Qui 31° 22°
Atualizado às 13h13
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,00 0,00%
Euro
R$ 5,41 +0,13%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,59%
Bitcoin
R$ 272,679,51 +0,92%
Ibovespa
129,418,73 pts -0.63%
Publicidade