Quinta, 24 de janeiro de 2019
63 98500 8112
Cidades

11/09/2018 às 12h27 - atualizada em 11/09/2018 às 12h38

265

Redação

Palmas / TO

Pastores batizam em águas reeducandos do Presídio Barra da Grota em Araguaína
Fruto de trabalho voluntário vem sendo o batismo evangélico voluntário dos internos em águas.
Pastores batizam em águas reeducandos do Presídio Barra da Grota em Araguaína
Batismo no Presídio Barra da Grota, em Araguaína / Foto: Resgate sem Fronteiras

Assim como a educação, a saúde, a assistência material, jurídica, social e educacional, as pessoas privadas de liberdade têm direito à assistência religiosa. Tudo previsto no artigo 24 da Lei de Execuções Penais (LEP), que assegura ao preso à liberdade da profissão de fé, permitindo a participação em cultos e a posse de livros de instrução religiosa. Porém, nenhum reeducando pode ser obrigado a professar qualquer fé.


Entidades religiosas têm acesso aos cárceres, como é o caso da Instituição Resgate sem Fronteiras, que presta assistência social e religiosa nas unidades prisionais. O fruto deste trabalho voluntário vem sendo o batismo evangélico voluntário dos internos em águas.


Somente no último sábado, dia 08, oito reeducandos do Pavilhão A da Unidade de Tratamento penal Barra da grota (UTPBG), em Araguaína, foram batizados pelos pastores Claudiano Martins e Juliete Santos. De 2017 até agora, pelo menos 15 pessoas privadas de liberdade foram batizadas por membros da Resgate sem Fronteiras.


Segundo o superintendente do Sistema Penitenciário Prisional (Sispen), Orleanes Alves, o retorno ao convívio social é uma das principais finalidades da pena e da medida de segurança durante o processo de execução penal. “Entretanto, para conseguirmos a reabilitação da pessoa, temos que adotar medidas de assistência com a finalidade de orientá-los ao retorno à sociedade, diminuindo o risco de reincidência da prática delituosa”, enfatiza.


Ele lembra ainda que a assistência religiosa é assegurada na LEP dispõe que a assistência ao preso e ao internado é dever do Estado, objetivando prevenir o crime e orientar o retorno à convivência em sociedade. (Ascom)


 


Veja mais notícias da região no Agência Tocantins

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
RAPIDINHAS
Postada em 17/01/2019 ás 15h53

A pergunta que se faz na capital é: quem é mesmo o governador do Tocantins?. Com o protagonismo exacerbado de Wanderlei Barbosa, Mauro Carlesse foi jogado ao ostracismo, lembrado apenas quando ocorre as  inúmeras trapalhadas do governo, onde o povo cai em cima dele com todo tipo de adjetivos, quando, na verdade, o governador de fato é Wanderlei Barbosa. Carlesse é o dono da caneta, mas só escreve o que é ditado por Wanderlei.

Keops Mota

Postada em 31/12/2018 ás 16h00

019 está chegando, e com ele vem também a incerteza de um governo que começou errado (pau que nasce torto nunca se endireita, já disse "cumpade" Washington) com tentativas de obstrução de justiça, aparelhamentos, escândalos e investigações, o que pode tirar do tocantinense a esperança de um ano feliz.

O cenário que se desenha com o governo carlesse é tenebroso, nada auspicioso. Podemos estar entrando (Deus permita que não) no pior momento de nossa história. O viés autoritário desse governo pode se elevar à níveis assustadores. Não tenha isso como um escrito de quem torce pelo pior, mas de um tocantinense preocupado com o futuro. Deus nos proteja.

Postada em 23/12/2018 ás 00h49

O Natal está chegando, e que com ele também venham a união, a paz, a alegria e o gozo de estarmos reunidos com nossa família comemorando o nascimento do maior homem da história: Cristo. Que cada pessoa  deixar brotar em seu coração a semente da paz, plantada pelo ilustre aniversariante. Boas festas. São os votos de: 

 

Keops Mota/Corespondente Agência Tocantins

Postada em 24/11/2018 ás 14h37

A coisa está ficando insustentável. Com o governo sofrendo investigações e seus aliados envolvidos em escândalos que vai de depósito ilegal de resíduos hospitalares à apologia à pedófilia, a única saída possível e honrosa diante de tanto descalabro, que só tende a aumentar, é a cassação.

Não podemos estar sob as ordens de um governo que está moralmente abaixo de nós. As denúncias de obstrução de Justiça, concessão de contrato sem licitação para uma empresa da família de um aliado que culminou em um crime ambiental e denúncia por supostos crimes eleitorais já são fatos suficientes para que não tenhamos esse governo como legítimo.

 

Keops Mota

Postada em 08/11/2018 ás 12h55

Carlesse mente

Mauro valesse queria apenas poder sobre os bois e idiotas do Tocantins.

Depois de eleito Mauro Carlesse se tornou soberbo e arrogante e recebe apenas pessoas ligadas ao agrobusiness.

Valesse não é aquele homem humilde e correto que imaginávamos,Ele é um lobo branco disfarçado de ovelha e ao que parece será bem pior que Marcelo Miranda e não vai se sustentar no poder.

Mauro Carlesse prometeu defender e respeitar os funcionários públicos perseguidos e humilhados por Marcelo Miranda,e quando chegou ao poder virou as costas para os humildes e dá ouvidos apenas a deputados que compraram votos por 500 mil.

Mauro Carlesse nada faz pela segurança falida do Tocantins e virou suas costas largas para a saúde ferida dos tocantinenses.

Mauro Carlesse ficou neutro surdo burro e mudo quanto a Bolsonaro,e agora quer ser beneficiado.Quem é Mauro Carlesse? AINDA SABEREMOS.

Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados - Agência Tocantins - Contatos: (63) 98500-8112 – Email: [email protected]