Quinta, 04 de Junho de 2020 15:55
63 98500-8112
Eleições 2020 DIVINÓPOLIS TO

Eleições 2020: Ex – prefeito de Divinópolis Rodolfo Botelho anuncia desistência da pré candidatura ao executivo

O político não revelou os motivos que o levou à desistência

17/05/2020 23h07 Atualizada há 3 semanas
1.555
Por: Edson Gilmar Fonte: Edsom Gilmar
Rodolfo Botelho ao lado da esposa professora aposentada Angela Maria Matos Rodrigues - Foto: Edsom Gilmar / Arquivo
Rodolfo Botelho ao lado da esposa professora aposentada Angela Maria Matos Rodrigues - Foto: Edsom Gilmar / Arquivo

Na noite deste Domingo (17), o ex – prefeito de Divinópolis do Tocantins, Rodolfo Costa Botelho (PSDB), anunciou oficialmente que não pretende mais concorrer ao cargo máximo do Poder Executivo do município.

Em um vídeo gravado ao lado de apoiadores entre eles o vereador e possível pré – candidato a Reeleição Joseni Bodão (SD), enviado a nossa reportagem, o ex gestor anunciou a saída da corrida a sucessão municipal, “meus amigos de Divinópolis – TO, este vídeo é com o objetivo de informar oficialmente, que eu Rodolfo, estou abrindo mão da minha (pré) candidatura a prefeito, eu peço a compreensão de vocês” anunciou o tucano.

O político não revelou os motivos que o levou à desistência. Para alguns críticos da política divinopolina, entre os possíveis motivos do ex mandatário deixar a corrida eleitoral, estão o enfraquecimento do grupo político da qual é líder supremo. Lideres políticos que sempre deram sustentabilidade eleitoral sairam do grupo rodolfista. A exemplo do vereador e pré – candidato a reeleição Orlandin da Boa Fé (PSD), que se aliou ao grupo do prefeito Padre Florisvane (PSD). As lideranças políticas José Adualdo (Zé Dualdo) e Jorge Dias que sempre estiveram nas vanguardas do grupo liderado por Rodolfo, e se aliaram ao presidente do diretório do MDB e pré – candidato a prefeito Flavão Rodrigues, entre outros.

Para os observadores políticos a debandada destes e de outros personagens, teria desidratado a desgastada carreira política do homem que já esteve a frente do município por 8 anos.   

Rodolfo Botelho, Ângela Maria e o senador Eduardo Gomes  - Foto: Arquivo / Divulgação

Na disputa da pré campanha agora, as eleições municipais apresenta apenas dois pré candidatos, que são o presidente da câmara Cecílio Surubim (PSD) correligionário do prefeito Padre Florisvane (PSD) e o ex – servidor público Flavão Rodrigues (MDB).

Histórico de Botelho

Esta não é a primeiros vês que Rodolfo se afasta de disputas eleitorais. Em 1996, então pré – candidato a prefeito de Divinópolis – TO, Botelho também abriu mão de concorrer o Paço Municipal.  24 anos depois a cena de desistência se repete. Informalmente Rodolfo disse na semana passada a nossa reportagem que deixou de concorrer o cargo de prefeito na década de 90, após ser orientado pelo então governador Siqueira Campos (DEM).

Dois mandatos

Em 2000, Rodolfo Costa Botelho (PSDB), foi eleito pela primeira vez para gerir o Poder Executivo da cidade, vencendo na disputa o então prefeito e candidato a reeleição Hamilton Edson (MDB), em 2004 o tucano foi reeleito ao derrotar os ex – candidatos Serjão Francino (PSC) e Romão Wanderley (PT).

 

Os dois mandatos da família Botelho foram marcados pela redução da pobreza, da miséria e das desigualdades sociais que assolavam a qualidade de vida da comunidade até então. Os investimentos apareceram, o comércio local se fortaleceu e a cidade viveu momentos memoráveis de progresso e resgate social.

Na virada do século a cidade apresentava cerca de 24% de analfabetismo, já em 2003, esse vergonhoso índice diminui para menos de 10%, segundo dados da Secretaria Municipal de Educação, na época. Além de melhoria significativa no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). No ultimo mandato do ex alcaide de Divinópolis – TO foi inaugurada aquela que seria a maior de todas as suas realizações; o Centro Cultural Senador João Ribeiro e a Praça Deputado Eduardo Gomes, ambas no centro da cidade.

Rodolfo ao lado do senador Eduardo Gomes (MDB) e o vereador Orlandin da Boa Fé - Foto: Edsom Gilmar / Arquivo setembro de 2018

Botelho saiu da chefia do executivo municipal com 92% de aprovação da Opinião pública, contribuindo para eleger o ex – prefeito Edmar Bozó (PSD). Em 2012 Rodolfo perdeu para ao atual prefeito Padre Florisvane (PSD), em 2016, Botelho foi novamente derrotado por Florisvane. O que se viu após Rodolfo Botelho (PSDB) deixar a gestão foi uma visível desaceleração do progresso, aumento da criminalidade e baixo índice de crescimento social no município.

Nestes últimos 12 anos em que coincide do ex – prefeito está fora da gestão, é o aumento da insatisfação dos moradores. A atual gestão do prefeito Padre Florisvane (PSD) após quase 8 anos, tem sido alvo de duras criticas por parte da comunidade, de adversário e de setores da imprensa e até de aliados frente ao descaso e o abandono em que a municipalidade se encontra. E até mesmo  o mandato do ex – líder religioso tem sido alvo de suspeitas de irregularidades caminhando para ser denunciado por setores da oposição ao Ministério Público Estadual. O gestor nega as acusações.

Perfil

Rodolfo Costa Botelho tem 66 anos, é natural de Santana do Araguaia – PA, casado com a professora aposentada Ângela Maria Botelho Rodrigues, tem 4 filhos e netos, foi Secretário Estadual de Esportes no ultimo mandato do ex – governador Siqueira Campos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.