Monday, 16 de May de 2022
30°

Alguma nebulosidade

Palmas - TO

Polícia PRESOS EM FLAGRANTE

Membros de quadrilha especializada em roubo de gado são presos em ação da Força Tática no sudeste do TO

Os suspeitos foram abordados e presos pelos militares da Força Tática da Polícia Militar no município de Almas. Após serem detidos, eles confessaram a prática criminosa.

21/01/2022 às 12h58 Atualizada em 21/01/2022 às 13h09
Por: Nathaly Guimarães Fonte: Alessandro Ferreira | Agência Tocantins
Compartilhe:
Os criminosos foram presos pela equipe da Força Tática da Polícia Militar lotados na 2ª CIPM na região sudeste do estado – Foto: Divulgação / PMTO
Os criminosos foram presos pela equipe da Força Tática da Polícia Militar lotados na 2ª CIPM na região sudeste do estado – Foto: Divulgação / PMTO

Três homens foram presos na madrugada desta quinta-feira (20) durante uma ação da Força Tática, da 2ª CIPM, suspeitos de furto e roubo de gado em Fazendas da região sudeste do Tocantins. De acordo com informações apuradas pela reportagem da Agência Tocantins, os indivíduos que não tiveram os nomes divulgados já respondem pelo crime de roubo tipificado no Artigo 157 do Código Penal – CP e são integrantes de uma associação criminosa especializada no furto e roubo de gados em fazendas na região sudeste do Tocantins.

Ainda segundo apurou a reportagem, os suspeitos foram localizados e presos após a equipe da Força Tática receber a informação da movimentação da quadrilha na região.

Segundo a PM, após tomar conhecimento de que os criminosos estariam na região se preparando para a prática criminosa, os militares da Força Tática iniciaram as diligências no intuito de localizar e prender os suspeitos. Ainda segundo a PM, durante patrulhamento tático especial, no município de Almas, a equipe da Força Tática logrou êxito na localização e prisão dos criminosos.   

Após serem abordados, os suspeitos informaram aos PMs que estavam se preparando para furtar várias cabeças de gado na Fazenda Piquinique, localizada na zona rural do município de Porto Alegre do Tocantins, na madrugada desta quinta-feira, 20.

Ainda segundo a PM, os suspeitos assumiram a prática criminosa e confessaram que na Fazenda Olho D’água, localizada na zona rural do município de Almas, eles já haviam deixado 19 animais preso em um curral de arame pronto para serem embarcados.

Diante das afirmações, os militares foram até a Fazenda Olho D’água e confirmaram a veracidade dos fatos. Após a confirmação da prática criminosa, já em curso, foi dada voz de prisão aos suspeitos e em seguida foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil em Dianópolis, onde foram apresentados à autoridade policial que deu continuidade nos procedimentos cabíveis em lei.

Animais que já estavam presos prontos para serem embarcados pelos criminosos, recuperados pelos militares da Força Tática – Foto: Divulgação / PMTO.
Animais que já estavam presos prontos para serem embarcados pelos criminosos, recuperados pelos militares da Força Tática – Foto: Divulgação / PMTO.

 

 

(Reportagem: Alessandro Ferreira / Agência Tocantins).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.